Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/06/2010 - 11h53

Baleias-jubarte formam laços de amizade duradouros

Publicidade

DE SÃO PAULO

Fêmeas de baleia-jubarte reencontram-se todos os anos para comer e nadar juntas no golfo de São Lourenço, na costa do Canadá. A observação indica que baleias-jubarte formam laços de amizade que podem durar anos.

Baleias com dentes, com as baleias cachalote, associam-se umas com as outras, mas acreditava-se que baleias maiores, que filtram sua comida, como as jubarte, eram menos sociáveis.

As jubarte possuem grandes placas em sua boca, usadas para reter pequenos animais, como krill e plâncton.

Os pesquisadores usaram técnicas de identificação fotográfica para localizar cada indivíduo todos os anos. Com isso, conseguiram descobrir que as mesmas baleias reúnem-se ano após ano.

As jubarte ficam separadas umas das outras durante o resto do ano, migrando e se reproduzindo.

As amizades mais longas registradas duraram seis anos, sempre foram observadas entre fêmeas de idades parecidas e nunca entre machos e fêmeas.

A descoberta levanta a possibilidade de que a pesca comercial de baleias pode ter dispersado grupos sociais de baleias.

O estudo foi publicado na revista "Behavioral Ecology and Sociobiology".

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página