Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 

barbara gancia

 

11/01/2013 - 03h00

Príncipe Harry por um dia

Ao menos uma coisa posso dizer que aprendi em 2012: nunca verificar o Instagram quan­do estiver de cama com febre.

Os chatos que possuem aquele outro smartphone talvez ainda não saibam, mas Instagram é o aplicati­vo de fotos originalmente criado para o iPhone e iPad que é usado por 100 milhões de pessoas e foi comprado pelo Zucker-coiso, do Facebook, no ano passado. É uma ferramenta que conta aos amigos (neste caso, "seguidores") o que vo­cê está fazendo usando fotos em vez de palavras. E todo mundo só mostra o que faz de bom. Fim de semana, então, é uma esbórnia.

Sigo no Instagram, até por dever de ofício, mas também porque são meus amigos, muita celebridade, gente bem-sucedida com acesso ao bom e o melhor. Um pessoal que chega a humilhar o seguidor comum e jornalistinhas de fim de feira como eu. Ficar de cama ou não viajar num fim de se­mana prolongado e resolver se dis­trair com as fotos do Instagram do (por exemplo) Tutinha da Jovem Pan é um convite ao suicídio.

Enquanto você está indo até a far­mácia da rua João Cachoeira, o cara já fotografou uma batata frita com trufas em Aspen, deu um pulo em Dubai (com direito a detalhes do assento da primeira classe do avião da Qatar Airways e toda a família sorrindo atrás da tigela de caviar). Você ainda está no Extra do Itaim procurando inalador, e ele já pos­tou as fotos do jantar, hambúrguer no 21 de Nova York, junto com a Sa­brina Sato, que deu uma passadi­nha depois de visitar a família em Penápolis e assistir à final do UFC em Hong Kong com a Alicinha Ca­valcanti.

Fui a Las Vegas no fim do ano, que já foi considerada a capital do peca­do, "Sin City", e hoje é chamada de "the cesspool of the world", o esgo­to do mundo. De fato, a cidade ema­na cheiro de enxofre. Antes de embarcar, pessoa estável e serena que sou, eu não encanei que a Al Qaeda escolheria aquele inferno como seu próximo alvo justamente no Réveillon, pois ali não estaria a escória do mundo. Claro, que não. Que sentido teria um pensamento desses?

Como isso não ocorreu, descobri outra conspiração e liguei para mi­nha melhor metade, que havia fica­do para trás em solo pátrio: "Já sei onde vão parar todos os sanduíches que os americanos devoram, o sub­solo de Las Vegas tem um cheiro impressionante!" Uma brasileira arrastando uma mala com rodi­nhas, passou por mim enquanto eu falava e sorriu: "Cheiro impressio­nante!", reiterou e saiu rindo.

À noite fomos ao stand up de Jerry Seinfeld. Só agora entendi porque é considerado gênio. Cada piada é tratada como ciência. O jei­to que analisa a sociedade america­na, critica seus costumes, encara o homem moderno, se distancia dele para poder cindi-lo, mas, também, a maneira como conseguiu manter contato com o americano comum, a despeito das barreiras que fama e grana devem lhe impor, fazem do material apresentado um dos monólogos humorísticos mais impressionantes que já vi. Di­fícil alguma coisa ainda ter o frescor de novidade no humor. Seinfeld é quase heroico.

Abriu destruindo a "experiência Las Vegas": falou mal das calçadas, da comida, dos engarrafamentos e filas. Disse que a melhor parte de estar em LV é ligar aos amigos e dizer: "Sabe onde estou? Em Vegas!"

Pensando bem, no meu Instagram (@bgancia) não há congestionamento ou mau cheiro. A impressão que se tem é de que o príncipe Harry foi meu compa­nheiro de viagem e que acabamos na casa do Mike Tyson com a turma do "Se Beber Não Case".

O que me faz concluir que talvez o Tutinha tenha perdido as malas no voo de volta ou que a bata­ta frita de Aspen seja um tanto gor­durosa. E que eu posso ficar de cama em 2013 sem lamentar qualquer fim de semana desperdiçado. Feliz Ano-Novo para nós!

barbara gancia

Barbara Gancia, mito vivo do jornalismo tapuia e torcedora do Santos FC, detesta se envolver em polêmica. E já chegou na idade de ter de recusar alimentos contendo gordura animal.

 

As Últimas que Você não Leu

  1.  

Publicidade

Livraria da Folha

Prestes

Prestes

Daniel Aarão Reis

Comprar
Maonomics

Maonomics

Loretta Napoleoni

Comprar
Box - As Eras

Box - As Eras

Eric Hobsbawm

Comprar
Tribunos, Profetas e Sacerdotes

Tribunos, Profetas e Sacerdotes

Bolívar Lamounier

Comprar

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página