Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 

humberto luiz peron

 

19/09/2012 - 13h44

Palmeiras é o pior time das 4 últimas edições do Brasileiro

A desesperadora situação do Palmeiras no atual Campeonato Brasileiro, perto de mais um rebaixamento para Série B, não deve, como muitos ainda pensam, ser encarada como fruto de um acidente ou má fase momentânea do time que conquistou de maneira invicta a Copa do Brasil ainda em 2012.

Já faz tempo que, na principal competição nacional, o time, que já venceu o torneio em quatro oportunidades --ou oito, segundo a CBF--, tem papel de coadjuvante ou, como no momento, flerta com a parte debaixo da tabela.

Para confirmar que o Palmeiras vinha "se preparando" para um desastre, fiz um levantamento dos pontos ganhos pelas equipes que atualmente disputam a Série A do Campeonato Brasileiro e, que como o Palmeiras, participaram de todas as edições do torneio desde 2009.

Coloquei como marco a edição de 2009 como o início do meu levantamento, pois foi o último torneio que o clube teve realmente chances de ficar com a taça, liderou por um bom tempo a competição e perdeu o título com um desempenho pífio nas últimas rodadas.

Depois disso, em 2010, temporada em que o clube desmontou o time que perdeu o Brasileiro em 2009 e com a chegada de Luiz Felipe Scolari havia a desculpa de que o time tinha como prioridade a disputa da Copa Sul-americana --o clube só passou dar prioridade ao torneio continental porque não tinha mais chances no Brasileiro.

No ano passado, o time fez uma campanha ruim, com uma sequência de jogos sem vitórias, e escapou de ficar em situação delicada, como agora, graças à precisão de Marcos Assunção nas cobranças de faltas.

Como o elenco deste ano é muito parecido com o de 2011, com um ou outro reforço pontual, como o atacante Barcos, ninguém poderia esperar que em 2012 o Palmeiras conseguisse fazer boa campanha do time em um torneio de pontos corridos.

Voltando ao fraco desempenho do Palmeiras nos últimos anos, é preciso dizer que, entre os 20 times que jogaram a edição de 2009, 11 disputaram todas as edições da primeira divisão de lá para cá --Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo.

Dentre eles, o Palmeiras é o time que menos somou pontos, apenas 182, com aproveitamento de 43,65% e conquistando apenas 1,31 ponto por partida disputada.

Segue a colocação de pontos conquistados de 2009 até hoje dos times que jogaram todas as últimas edições da Série A.

1º - Fluminense - 233
2º - Corinthians - 226
3º - Internacional - 220
4º - São Paulo - 218
5º - Grêmio - 214
6º - Cruzeiro -209
7º - Botafogo -201
8º - Flamengo -200
9º - Atlético-MG - 197
10º - Santos -191
11º - Palmeiras -182

Se tirarmos a edição de 2009, o retrospecto fica ainda mais fraco. Da edição de 2010 até a 25ª rodada do atual certame, o Palmeiras só conseguiu fazer 120 pontos, com apenas 1,19 ponto conquistado por partida disputada e aproveitamento de 39,6%. Lembrando que o time, para escapar da degola neste ano, precisa ter um aproveitamento de 61,5% nas últimas 13 rodadas.

Nos últimos três campeonatos, o Palmeiras só mostrou desempenho superior ao Atlético-GO --com 110 pontos--, time que, por coincidência, tem o mesmo número de pontos do alviverde paulista na edição corrente.

Segue a colocação de pontos conquistados dos 13 times que jogaram todas as últimas três temporadas da Série A.

1º - Fluminense - 187
2º - Corinthians -174
3º - Vasco -161
4º - Grêmio - 159
5º - Internacional - 155
6º - Botafogo - 154
7º - São Paulo - 153
8º - Cruzeiro - 147
9º - Santos - 142
10º - Atlético-MG - 141
11º - Flamengo - 133
12º - Palmeiras - 120
13º - Atlético-GO -110

Apesar de todos os erros de administração, é preciso salientar que o Palmeiras ainda é um dos grandes clubes do nosso futebol. Entretanto, é necessário que o clube passe por uma grande reforma administrativa e volte a formar times fortes, pois, na nova realidade do futebol brasileiro, que se mostrou quando o Brasileiro começou a ser disputado em pontos corridos, ter apenas uma torcida numerosa não é mais parâmetro para chamar um time de grande.

Se o Palmeiras cair para a Série B, vai atrasar em mais uma temporada a chance de ele voltar a ocupar o papel de protagonista do nosso futebol --missão que o clube tem desde que foi fundado.

Até a próxima!

Mais pitacos em: @humbertoperon

DESTAQUE
Para Neymar, o grande craque brasileiro no momento e que, com seus dribles e gols, atualmente carrega o Santos nas costas, como fez na virada do time da Vila Belmiro contra o Coritiba.

ERA PARA SER DESTAQUE
Não se pode chamar de "Superclássico" um confronto entre Brasil e Argentina quando seus treinadores precisam convocar uma série de jogadores que nunca disputariam o maior clássico do futebol mundial, se eles pudessem utilizar seus times titulares. Um confronto entre brasileiros e platinos deve ser disputado sempre pelas equipes principais e não apenas por dois times de aspirantes.

humberto luiz peron

Humberto Luiz Peron é jornalista esportivo, especializado na cobertura de futebol, editor da revista "Monet" e colaborador do diário "Lance". Escreve às terças-feiras no site da Folha.

 

As Últimas que Você não Leu

  1.  

Publicidade

Livraria da Folha

Getúlio (1945-1954)

Getúlio (1945-1954)

Lira Neto

Comprar
Todo Bob Cuspe

Todo Bob Cuspe

Angeli

Comprar
Uma História do Comunismo (DVD Duplo)

Uma História do Comunismo (DVD Duplo)

Patrick Rotman e Patrick Barbéris

Comprar

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Fogão Fogão De diversas marcas a partir de R$ 358,20

Notebook Notebook Windows 8, LED, Intel" Core a partir de R$ 799,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página