Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 

gilberto dimenstein

 

19/06/2012 - 18h43

Aula de dignidade

Resumindo o gesto de Luiza Erundina: uma aula de dignidade. É daqueles gestos que têm um efeito pedagógico contra o pragmatismo rasteiro.

Erundina disse o que deveria ser dito: nem tudo vale a pena para chegar ao poder. Haddad acena com a campanha do novo, mas seu partido usa a velha política do clientelismo para comprar 90 segundos de horário eleitoral.

No pragmatismo rasteiro, muita gente que se incomodou com a ética da aliança Haddad/Maluf, achava aceitável, elogiável até, a aliança Serra/Maluf.

Não é possível que se ache normal uma aliança com alguém procurado mundialmente pela Interpol. Tanto PSDB e PT nasceram com a bandeira da ética, criticando ações simbolizadas em personagens como Maluf.

Alguém precisava chutar esse balde da hipocrisia. Erundina sai da corrida, mas, nessa eleição, ela já venceu.

gilberto dimenstein

Gilberto Dimenstein ganhou os principais prêmios destinados a jornalistas e escritores. Integra uma incubadora de projetos de Harvard (Advanced Leadership Initiative). Desenvolve o Catraca Livre, eleito o melhor blog de cidadania em língua portuguesa pela Deutsche Welle. É morador da Vila Madalena.

 

As Últimas que Você não Leu

  1.  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página