Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 

sílvia corrêa

 

02/09/2012 - 03h00

BICHOS: O gosto da liberdade

Os canis de minha matilha são grandes o suficiente para que eles corram, tomem sol, brinquem de cabo de guerra e até nem se encontrem se, num dia de mau humor, preferirem assim.

Mas é inegável o quanto eles gostam quando permito que se aventurem pelo "canil" dos poucos humanos da casa -aquele pedaço de jardim onde não moram cachorros e no qual podemos, nós, os bípedes, tomar sol, brincar de cabo de guerra e até nos escondermos uns dos outros nos dias em que preferirmos assim.

Nessa faixa inexplorada de terra, tudo é diferente -as árvores, os canteiros, os cheiros, a visão da rua. Para a aguçada curiosidade canina, é como um parque de diversões.

O canil da frente tem três moradores: Kanda, Jade e Mel. Nos minutos que antecedem a aventura, os três iniciam um verdadeiro sapateado diante do portão, como se estivessem aquecendo as patinhas, e saem pulando e latindo, contrariando todas as regras de adestramento. Fazem a volta de reconhecimento e passam a cheirar cada centímetro de terra, cavando um buraquinho aqui, deixando um rastro acolá.

Jade e Kanda mantêm esse ritmo por tanto tempo quanto eu os deixar por ali. Mas, com Mel, já não é assim... Aos 12 anos, minha velhinha até se anima na largada, mas, nos últimos meses, quando chega a hora de chamá-los ao canil, ela invariavelmente já voltou sozinha a seu quartinho, deitou-se e, algumas vezes,
dormiu. Dá um nó na garganta.

Mel sempre foi uma daquelas almas indomáveis que, nos passeios, parecia não se conformar com os limites impostos pela guia. Hoje,
não há mais guia. Mas os limites são impostos pelo corpo.

É domingo, faz sol. Mel voltou ao seu quartinho. Vou fechar esse computador e sentir o vento no rosto, o cheiro do mato. Porque minha mais doce vira-lata me ensinou que a liberdade tem outro gosto quando ainda temos energia para dar uma volta.

Ilustração Tiago Elcerdo
sílvia corrêa

Sílvia Corrêa cursou jornalismo e veterinária. Trabalhou por 13 anos na Folha e, depois, nas principais emissoras de televisão do país. Escreve aos domingos, a cada duas semanas.

 

As Últimas que Você não Leu

  1.  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página