Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/12/2011 - 16h50

Alfândega autoriza devolução de lixo hospitalar para os EUA

Publicidade

DE SÃO PAULO

A alfândega da Receita Federal no Porto de Suape (PE) autorizou na segunda-feira (19) a empresa Na Intimidade, que importou lixo hospitalar dos Estados Unidos, a devolver os contêineres com o material para o país.

Justiça bloqueia R$ 126 mil de empresa que vendia lixo hospitala

Em outubro, foi descoberto que contêineres comprados pela empresa, que usa o nome fantasia Império do Forro de Bolso, traziam lençóis sujos de hospitais americanos, seringas e luvas usadas, enquanto a documentação dizia que a carga era de "tecido de algodão com defeito".

A Folha descobriu que a empresa vendia os lençóis em suas lojas.

A previsão é que a carga embarque no navio Cap Henvi no dia 7 de janeiro e chegue aos EUA em oito dias.

A importadora foi notificada pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a devolver a carga, para evitar riscos causados pela permanência do material no Brasil.

A Polícia Federal em Pernambuco, o Ministério Público Federal e a Justiça Federal em Pernambuco concordaram com a devolução da carga. Também houve apoio do Departamento de Segurança Interna e da Aduana dos Estados Unidos.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página