Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/10/2012 - 14h57

Estoques de sangue chegam a níveis críticos em São Paulo

Publicidade

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Os estoques de bolsas de sangue do Estado de São Paulo estão em níveis críticos. A informação é da Pró-Sangue, responsável por distribuir 32% das doações de sangue no Estado.

De acordo com a instituição --ligada à Secretaria de Estado da Saúde e ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo)-- os hemocentros registram falta de sangues do tipo O+, O-, A+, A-. As reservas de sangue do tipo B+ estão em estado de alerta.

Por volta das 9h desta segunda-feira (15), a Pró-Sangue tinha somente 19 bolsas de sangue O-, considerado o doador universal, ou seja, pode doar para todos, e que é bastante utilizado durante cirurgias emergenciais. A assessoria de imprensa da organização informou que os estoques são suficientes para a demanda de apenas um dia.

A Pró-Sangue atende 128 hospitais da rede pública, principalmente na Grande São Paulo.

DOAÇÃO

Para doar sangue, é preciso apresentar documento oficial de identidade com foto, ter entre 16 e 67 anos, pesar acima de 50 quilos, estar em boas condições de saúde e alimentado.

A Pró-Sangue tem seis postos de coleta na capital paulista e na região metropolitana de São Paulo. Interessados podem agendar a doação pelo telefone 0800-55-0300 ou pelo site http://www.prosangue.sp.gov.br/doacao/Agende.aspx

Pessoas que contraíram doenças, foram submetidas à cirurgias, fizeram tatuagens ou foram presas devem esperar um período determinado antes de fazerem sua doação. Mais informações estão disponíveis no site da instituição.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página