Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Quatro jovens são assassinadas com tiros na cabeça em Goiânia

Publicidade

Quatro jovens foram encontradas mortas com tiros na cabeça na manhã deste sábado (8), no Morro do Mendanha, Jardim Petrópolis, bairro que fica na periferia de Goiânia (GO).

De acordo com a Delegacia de Investigação de Homicídios, duas das vítimas eram adolescentes, com 16 e 17 anos, e as outras duas tinham 18 e 19 anos. Os corpos foram encontrados um ao lado do outro.

Segundo o delegado responsável pelo caso, o crime apresenta características de execução. Há indícios de que as jovens tenham sido colocadas de joelhos antes de serem baleadas.

As quatro adolescentes eram amigas e moravam no residencial Dona Íris II, em Trindade, na região metropolitana de Goiânia.

Elas costumavam se encontrar em uma casa no setor São Francisco, na capital, onde, segundo a polícia, há relatos de uso de drogas e prostituição.

De acordo com a Polícia Civil, antes do crime, as jovens foram a uma festa na noite de sexta-feira (7). A suspeita é que elas tenham sido assassinadas no caminho para casa, por volta das 3h.

Moradores do Jardim Petrópolis relataram à polícia ter visto uma caminhonete deixar o local onde as vítimas foram encontradas mortas.

A polícia investiga a suspeita de que a chacina tenha ligação com o tráfico de drogas e prostituição.

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga a folha

Envie sua notícia

Publicidade

+ Livraria

Livraria da Folha

O Mundo Não Tem Mais Tempo a Perder
Le Collegium International
De:
Por:
Comprar
826 Notas de Amor para Emma
Garth Callaghan
De:
Por:
Comprar
Mascarados
Bruno Paes Manso, Willian Novaes e Esther Solano
De:
Por:
Comprar
Aparecida
Rodrigo Alvarez
De:
Por:
Comprar
Como Identificar um Psicopata
Kerry Daynes e Jessica Fellowes
De:
Por:
Comprar
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página