Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/10/2010 - 16h52

Corpo de atriz atingida por bala perdida é enterrado em Campinas (SP)

Publicidade

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Foi enterrado na tarde deste sábado o corpo da atriz Andreia Cristina Pereira, 35, morta nesta sexta-feira após ser atingida por uma bala perdida. O enterro aconteceu no Cemitério Parque das Aléias, em Campinas (93 km de São Paulo), às 13h. De acordo com estimativa do cemitério, cerca de 100 pessoas estavam presentes.

O velório da atriz também aconteceu no Cemitério Parque das Aléias e começou por volta da 1h deste sábado.

A atriz foi baleada momentos após ter se apresentado em uma peça infantil sobre ecologia em um teatro de Campinas. O crime ocorreu no bairro Nova Campinas, considerado nobre na cidade.

Ela foi atingida após uma troca de tiros entre assaltantes e uma pessoa ainda não identificada pela polícia na saída de um cartório da avenida Jesuíno Marcondes Machado.

Andreia ainda chegou a ser socorrida, mas morreu antes de chegar ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti.

De acordo com a Polícia Civil, ela estava no banco do passageiro de um Fiat Uno e foi atingida por uma bala que acertou a traseira do carro e atravessou a lataria do veículo.

O tiroteio ocorreu entre dois homens que estavam em uma motocicleta e um homem de terno --possivelmente um segurança-- que percebeu um assalto contra um casal que saía de um cartório de registro civil.

Os motociclistas tentaram roubar o casal que saía do cartório, segundo as investigações preliminares.

O amigo da atriz e diretor do grupo de Teatro Téspis (fundado em 1974), no qual ela atuava desde 1990, Edgar Rizzo, disse que ela havia acabo de participar de uma peça infantil, parou para almoçar e, após deixar o restaurante, foi atingida pelo disparo.

'Ela tem um filho de oito anos e era separada. Era uma excelente atriz, muito dedicada. Estamos todos tristes. Esse tipo de crime é decorrência da falta de punição que ocorre no país', disse Rizzo.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página