Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/03/2011 - 16h15

Após trote, universitário fica em coma alcoólico no RS

Publicidade

RODRIGO VIZEU
DE SÃO PAULO

Um estudante de ciência da computação da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) ficou em coma alcoólico após participar de um trote realizado por veteranos do curso.

A babá Terezinha Evaldt, 42, tia do jovem Felipe Boff Molski, 18, contou que ele foi alvo do trote na tarde de sexta-feira, em um parque próximo à universidade, em Porto Alegre.

O jovem disse a ela que participou de competição de quem bebia mais estimulada pelos veteranos. O estudante afirmou ter bebido uma garrafa e meia de cachaça.

Molski perdeu os sentidos e colegas ligaram para seus familiares.

Ele foi resgatado pelo avô e pela irmã e levado ao HPS (Hospital de Pronto Socorro), onde ficou em coma até as 6h deste sábado e liberado duas horas depois, passando bem.

O hospital informou que que não foram encontrados lesões no corpo nem sinais de outras substâncias no sangue de Molski.

A tia diz que o estudante está "muito abatido", que dormia e que não queria dar entrevistas. Fala que ele é "tímido e quieto" e não tem costume de beber. A família mora em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre.

Evaldt contou que Molski ficou chateado porque os veteranos não o levaram para o hospital, apesar de estarem de carro, e deixaram a tarefa para sua família.

Ninguém da UFRGS foi encontrado ontem para comentar o assunto.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página