Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/06/2011 - 20h35

Doze pessoas são presas em clínica de aborto no Rio

Publicidade

FÁBIO GRELLET
DO RIO

Doze pessoas foram presas nesta quinta-feira em uma clínica de aborto que funcionava em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro.

Entre os detidos estavam os médicos Fausto Serio Lemes, 69, Tereza Cristina Gomes de Farias, 61, Luiz Carlos Erasmi, 65, e Walter Cardoso Franco, 64, seis funcionários da clínica e duas pacientes.

Os médicos e os funcionários foram autuados em flagrante pelos crimes de prática de aborto --com pena de um a quatro anos de prisão-- e formação de quadrilha, infração punida com até três anos de detenção.

As duas pacientes presas, que estavam na clínica para se submeterem ao procedimento de interrupção da gravidez, vão responder por consentimento de aborto, crime punido com prisão de um a três anos.

A operação "Hipócrates", em menção ao grego considerado pai da medicina, foi realizada por policiais da Decon (Delegacia do Consumidor). A clínica, chamada Comed (Consultórios Médicos Associados), funcionava na rua Dona Mariana.

A reportagem não conseguiu contato com representantes das pessoas presas.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página