Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/08/2011 - 07h30

Adolescentes agridem dois amigos gays em estação do metrô de SP

Publicidade

ANDRÉ MONTEIRO
DE SÃO PAULO

Dois rapazes gays foram agredidos por três adolescentes na noite desta quarta-feira (3) na estação Anhangabaú do metrô, no centro de São Paulo.

De acordo com boletim de ocorrência registrado na Delpom (Delegacia de Polícia do Metrô), por volta das 22h os três adolescentes, um de 16 e dois de 17 anos, pularam a catraca da estação e foram advertidos por seguranças do Metrô.

Liberados, foram para a plataforma de embarque, onde dois amigos homossexuais, de 22 e 23 anos, aguardavam o próximo trem.

As vítimas relataram à polícia que são amigos, estavam conversando e se abraçaram. A cena não agradou os adolescentes, que partiram para a agressão e trocaram socos com os rapazes.

Em seguida, os guardas do Metrô intervieram e apartaram a briga. As vítimas tiveram ferimentos leves e foram atendidos na sala de primeiros socorros da estação.

O Metrô afirmou que seus agentes acompanharam os cinco jovens à Delpom, onde o caso foi registrado como ato infracional.

Os adolescentes foram entregues aos pais mediante assinatura de termo de compromisso. Eles terão que comparecer à Vara da Infância e Juventude, que vai julgar quais medidas aplicar. A punição mais rigorosa para adolescentes é a internação na Fundação Casa (antiga Febem).

Segundo o delegado Valdir de Oliveira Rosa, os adolescentes alegaram que a briga começou porque foram provocados pelos dois rapazes. Os dois amigos negaram.

De acordo com as estatísticas da Secretaria da Segurança Pública, até junho a Delpom registrava 135 casos de agressões intencionais nas estações do Metrô, além de dois assassinatos.

ATAQUES

Nas últimas semanas, as estações do metrô também foram palco de ao menos dois casos de ataques sexuais.

O último deles ocorreu no dia 21 de julho, na estação Anhangabaú. Um homem foi detido por "importunar de forma libidinosa uma passageira", de acordo com a companhia.

No último dia 19, uma mulher de 34 anos foi vítima de outro ataque na estação Sacomã. O homem chegou a tirar a parte de baixo da roupa, mas a mulher conseguiu se desvencilhar e fugir. O criminoso também fugiu.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página