Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
28/08/2011 - 10h02

Sistema de freios de bonde estava funcionando, diz secretaria

Publicidade

GUSTAVO ALVES
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, NO RIO

A Secretaria de Estado de Transportes informou neste domingo que o sistema de freios do bonde que se acidentou ontem, provocando a morte de cinco pessoas em Santa Teresa, no centro do Rio, estava funcionando. Além dos mortos, o acidente deixou ainda 57 pessoas feridas.

Veja imagens do acidente
Divulgados nomes dos 5 mortos em acidente com bonde no Rio
Moradores dizem que acidente com bonde foi 'tragédia anunciada'
Acidente com bonde no Rio deixa 5 mortos e cerca de 53 feridos

Felipe O'Neill/Ag. O Dia
Bonde que descarrilhou no Rio fica completamente destruído
Bonde que descarrilhou no Rio fica completamente destruído

O carro tinha quatro dispositivos para ser parado, de acordo com a assessoria de comunicação da secretaria, e a perícia inicial do acidente, feita hoje, mostra que as rodas e o sistema de direção estavam travados, indicando que eles estavam em ordem.

Após o descarrilamento, o bondinho continuou andando por cerca de 50 metros mesmo tombado, até se chocar com um poste, na esquina da rua Joaquim Murtinho. O bonde ficou totalmente destruído. Entre as vítimas foram identificados cinco turistas estrangeiros, sendo três franceses, um português e um inglês.

Moradores dizem que o acidente foi uma tragédia anunciada. "Os bondes antigos estão em estado precário de conservação e os VLT têm problemas para fazer as curvas do bairro. O que aconteceu é uma tragédia anunciada, não nos surpreende", disse o advogado Abaeté Mesquita, 32, diretor da Amast (Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa).

A Secretaria de Transportes suspendeu a circulação dos bondes por tempo indeterminado.

Editoria de Arte/Folhapress
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página