Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
Publicidade

Ribeirão Preto

Prefeitura de Ribeirão Preto afirma que lei impede chamar concursados

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS
Publicidade

A Prefeitura de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) informou nesta quinta-feira (19), por meio de nota enviada por sua assessoria, que a não prorrogação dos contratos emergenciais dos professores irá causar problemas na rede municipal em 2014.

Parte dos 356 contratos vence nesta sexta-feira (20) e outra parte, no dia 31 de dezembro.

A intenção da administração é a de prorrogá-los por mais um ano.

De acordo com a prefeitura, a medida é necessária porque foram preenchidos 109 cargos vagos de professores aprovados no último concurso.

"A Secretaria da Educação está chamando professores de acordo com as vagas existentes", informou a nota, que atribui à LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) o impedimento da criação de cargos.

"Ao longo do próximo ano, a Secretaria da Educação irá substituir gradativamente os professores emergenciais por efetivos, aprovados em concurso", afirmou a prefeitura.

A administração disse ainda que "manifestações pacíficas e dentro da legalidade são válidas".

A base governista poderia tentar aprovar o projeto de lei em sessão extraordinária até a segunda-feira (23), uma vez que a Câmara está impedida de votar projetos entre os dias 24 e 31, por força de lei municipal.

No entanto uma nova sessão para discutir o assunto foi descartada pelo presidente da Câmara, Cícero Gomes da Silva (PMDB), segundo a Folha apurou.

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Siga a folha

Publicidade

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página