Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
21/04/2011 - 15h12

Projeto-piloto sobre segurança cidadã chega à BA

Publicidade

DE SÃO PAULO

O município baiano de Lauro de Freitas receberá, entre 25 e 29 de abril, especialistas em criminalidade e segurança, que darão um curso a cerca de 60 profissionais. O processo faz parte de um programa de combate à violência, com ênfase na prevenção, desenvolvido por seis agências da ONU (Organização das Nações Unidas) e pelo Ministério da Justiça. O projeto está sendo implantado, de forma piloto, em outras duas cidades brasileiras: Vitória (ES) e Contagem (MG).

O evento contará com a presença do representante da ONU e do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) no Brasil, Jorge Chediek, do coordenador-geral da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento, Jesus Molina, e de experts como o sociólogo e consultor Hugo Acero, criador do modelo de Segurança Cidadã que conseguiu reduzir a violência na Colômbia.

Entre os temas debatidos estarão gestão da política pública de segurança, prevenção social do crime, atenção a vítimas e grupos vulneráveis, acesso à Justiça, resolução pacífica de conflitos e redução de fatores de risco. O curso será dado a gestores municipais e estaduais, representantes de organizações não governamentais e centros de estudos e outros responsáveis pelo desenvolvimento de políticas para segurança cidadã.

Chamado "Convivência e Segurança Cidadã", a capacitação é uma das etapas do "Programa Conjunto Segurança com Cidadania: prevenindo a violência e fortalecendo a cidadania, com foco em crianças, adolescentes e jovens em condições vulneráveis em comunidades brasileiras".

Os três municípios pilotos foram selecionados por edital público para participar da iniciativa. Em cada um deles, foi escolhida uma região que concentrará as ações. Em Lauro de Freitas, será Itinga, que tem 90 mil habitantes. O foco são crianças e jovens de 10 a 24 anos.

Segundo a coordenadora do Programa, Cristina Marochi, o curso é importante para fixar e uniformizar o conceito de segurança cidadã entre os gestores. Além dessa etapa, as cidades dão continuidade à fase de diagnóstico dos problemas das regiões que serão contempladas. A partir daí, a ideia é implementar planos de ação dirigidos à prevenção da violência.

As seis agências das Nações Unidas envolvidas no programa são: Pnud, Unodc (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime), Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), OIT (Organização Internacional do Trabalho), Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e ONU-Habitat (Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos).

Fonte: Pnud / PrimaPágina


 
Empreendedor Social 2017 e Empreendor Social de Futuro
Patrocínio: Coca-Cola Brasil e Portal da Indústria; Transportadora Oficial: LATAM; Parceria Estratégica: UOL, ESPM, Insper e Fundação Dom Cabral
 

As Últimas que Você não Leu

  1.  
  • Realização
  • Patrocínio
    • CNI
    • Vale
  • Parceria Estratégica
  • Parceria Institucional
  • Divulgação
    • Aiesec
    • Agora
    • Brasil Júnior
    • Envolverde
    • Endeavor
    • Ideia
    • Make Sense
    • Aspen
    • Semana Global de Empreendedorismo
    • Sistema B
    • Avina

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página