Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
08/03/2013 - 14h09

"A questão é se queremos participar da mudança que vai acontecer"

Publicidade

DE SÃO PAULO

Diante do contexto de transformações urbanas cada vez mais velozes e da ação participativa de comunidades na internet, um grupo de jovens criou o Meu Rio, uma organização de mobilização social independente, apartidária e sem fins lucrativos que aproxima o cidadão carioca das decisões políticas da cidade.

"Em 2009, o Rio foi escolhido como sede das Olimpíadas, e o Brasil já tinha sido nomeado sede da Copa 2014. A gente olhou para o que estava acontecendo e ficou preocupado. A cidade vai mudar de uma maneira que não reflete necessariamente os anseios e os sonhos das pessoas que moram na cidade", conta Alessandra Orofino, 23, co-fundadora da ONG.

A organização faz parte da incubadora Purpose, que ajuda na criação de organizações de mobilização social em diversas partes do mundo, como a comunidade internacional de campanhas on-line Avaaz, que recentemente conseguiu levantar mais de 1,6 milhão de assinaturas na petição a favor da saída de Renan Calheiros da presidência do Senado.

Divulgação
Alessandra Orofino, 23, co-fundadora do Meu Rio
Alessandra Orofino, 23, co-fundadora do Meu Rio

Um grande case de mobilização do Meu Rio foi a petição contra a demolição da Escola Municipal Friedenreich, localizada no complexo do Maracanã, em outubro do ano passado. Por conta das obras de reforma do estádio, o governo do Estado e a Prefeitura do Rio de Janeiro aprovaram que a escola fosse destruída para dar lugar a uma quadra de treinamento provisória.

Só esqueceram um detalhe: a Escola Municipal Friedenreich é a quarta melhor da cidade, segundo o Ideb (Índice de Desenvolvimento de Educação Básica), e exemplar no trabalho de integração de alunos com necessidades especiais. Procurado por uma mãe de aluno, o Meu Rio criou um abaixo-assinado em apoio a uma carta escrita pela aluna Bia, 9, que pedia para escola não ser demolida. Mais de 20 mil cariocas assinaram e começaram a participar das ações que a Meu Rio criou para defender a escola.

Em fevereiro deste ano, veio a confirmação: a escola só sairá do lugar quando a outra estiver pronta. Ainda assim, a Meu Rio está no momento conversando com pais e professores para entender como fiscalizar e garantir que essa cláusula não só será obedecida como também respeitará questões fundamentais, como a realocação de todo corpo educacional.

"Se as pessoas não se organizarem agora, o que eu acho que já está acontecendo, o risco seria olharmos para a cidade no futuro e descobrirmos que ela não reflete mais nossos anseios e sonhos. Mas a questão não é se a gente quer fazer a mudança, mas se queremos participar da mudança que vai acontecer.

Até a abertura da Copa do Mundo, o Imagina na Copa vai contar 75 histórias de jovens que estão transformando o Brasil para melhor.

Os vídeos serão publicados no site www.imaginanacopa.com.br e aqui, no Empreendedor Social.

Veja vídeo


 
Empreendedor Social 2017 e Empreendor Social de Futuro
Patrocínio: Coca-Cola Brasil e Portal da Indústria; Transportadora Oficial: LATAM; Parceria Estratégica: UOL, ESPM, Insper e Fundação Dom Cabral
 

As Últimas que Você não Leu

  1.  
  • Realização
  • Patrocínio
    • CNI
    • Vale
  • Parceria Estratégica
  • Parceria Institucional
  • Divulgação
    • Aiesec
    • Agora
    • Brasil Júnior
    • Envolverde
    • Endeavor
    • Ideia
    • Make Sense
    • Aspen
    • Semana Global de Empreendedorismo
    • Sistema B
    • Avina

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página