Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
04/09/2012 - 05h02

'Há evidências científicas dos benefícios de isotônicos', diz fabricante

Publicidade

JULIANA VINES
DE SÃO PAULO

A PepsiCo, fabricante da bebida esportiva Gatorade, informou por meio de nota que está segura de que trabalha com um produto "comprovado cientificamente e recomendado por profissionais da saúde".

Efeitos de bebidas esportivas são questionados em artigos científicos
'Necessidade de tomar muito líquido é mito novo', diz nefrologista

"O 'Gatorade Sports Science Institute' (GSSI) é uma instituição sem fins lucrativos que tem como objetivo principal compartilhar informações e expandir os conhecimentos nas áreas de nutrição e ciências do esporte."

Ainda de acordo com a nota enviada pela fabricante, o instituto GSSI é assessorado por cinco grupos "compostos por renomados cientistas, pesquisadores, médicos, técnicos, treinadores, nutricionistas e esportistas de vários países representando todos os continentes".

Há também grupos regionais com representantes nos Estados Unidos, no Canadá, na Europa, na Austrália, na Nova Zelândia, na Ásia e na América Latina.

"Mundialmente, mais de 100 mil profissionais ligados às áreas de medicina, nutrição e esporte recebem informações e publicações elaboradas pelo GSSI em cerca de 140 países."

Eduardo Anizelli/Folhapress
Bebidas isotônicas de várias marcas
Bebidas isotônicas de várias marcas

Sobre a acusação do "British Medical Journal", segundo a qual a "ciência da hidratação" é uma criação da indústria, a PepsiCo afirma que há
"uma grande quantidade de pesquisas que mostram os efeitos negativos da desidratação durante a prática de exercícios, e os efeitos da hidratação para evitar que isso ocorra também foram descritos".

E a nota complementa: "Comercializamos produtos para atletas e pessoas ativas".

REPOSIÇÃO

Também por meio de nota, a Coca-Cola Brasil, fabricante do isotônico Powerade, marca citada no artigo da revista científica britânica, afirma que "a bebida esportiva promove uma reposição hidroeletrolítica [de água e minerais] não alcançada apenas com o consumo de água" porque fornece sódio e carboidratos.

"O carboidrato também ajuda a hidratar, uma vez que atua juntamente com o sódio auxiliando na absorção do líquido no intestino", diz o comunicado.

Sobre a acusação de que as pesquisas sobre o tema não são bem-feitas, a Coca-Cola afirma que "a comunidade acadêmica sustenta evidências científicas a respeito da desidratação e algumas delas, inclusive, antecedem a criação das bebidas esportivas".

Por fim, a nota ressalta que o público-alvo da bebida é formado por pessoas que fazem exercício físico intenso. "Consideramos sempre seguir a recomendação presente no rótulo: 'este produto não substitui uma alimentação equilibrada e seu consumo deve ser orientado por nutricionista ou médico'."

+ Livraria

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página