Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
19/09/2012 - 19h37

Preciso dar um salto na carreira, diz Kleina após trocar a Ponte pelo Palmeiras

Publicidade

DE SÃO PAULO

Logo após ser anunciado como novo treinador do Palmeiras, Gilson Kleina, 44, afirmou que aceitou o desafio de tirar o time da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro com o objetivo de dar um salto na sua carreira.

Kleina, que estava na Ponte Preta desde o início da temporada passada, assinou com o time do Parque Antarctica até o final de 2013.

Robson Ventura - 18.ago.12/Folhapress
Gilson Kleina durante jogo entre Ponte Preta x São Paulo em agosto
Gilson Kleina durante jogo entre Ponte x São Paulo em agosto

"Não estou abandonando a Ponte, sempre agi com lisura. Assim como decidi vir para a Ponte, que me fez um vencedor e cresci junto com o time, chega um momento em que preciso dar um salto, seguir caminho", disse Kleina, que já está em Itu, onde a delegação palmeirense se prepara para o jogo contra o Figueirense, no sábado, fora de casa.

"Saio de um time que está a três vitórias de garantir a permanência na série A e vou para outro em que três vitórias não mudam a situação de estar no Z4. Mas é um novo desafio e, mesmo sentindo o que sinto pela Ponte, chegou a hora de seguir em frente", afirmou o treinador em sua despedida do Moisés Lucarelli.

De acordo com a Ponte Preta, a saída do treinador foi definida após uma reunião realizada nesta quarta-feira e que durou mais de três horas. A multa contratual, que não foi revelada, será paga pelo treinador e pela equipe paulistana.

"Fomos pegos totalmente de surpresa, na segunda-feira este assédio do Palmeiras já era assunto encerrado. Não temos um direcionamento pronto, não temos um plano B, porque para nós só existia o plano A: o Gilson Kleina era o nosso técnico até dezembro de 2012 pelo menos. Agora vamos planejar o que fazer e ir ao mercado com calma, pois estamos em uma boa situação no Brasileiro e nossos objetivos continuam os mesmos: permanecer na série A e conquistar uma vaga na Sul-Americana", diz Márcio Della Volpe, presidente da Ponte Preta.

Arte/Folhapress

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Fogão Fogão Encontre o perfeito para você, a partir de R$ 256,41

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página