Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
Publicidade

Em risco na Libertadores, São Paulo e Corinthians jogam por vaga e contra crise

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS
Publicidade

O jogo entre São Paulo e Corinthians, neste domingo, às 16h, no Morumbi, decide muito mais do que uma das semifinais do Campeonato Paulista.

O resultado da partida desta tarde terá reflexos continentais. Quem ganhar hoje avança à decisão do Estadual e, de quebra, terá o bônus de jogar o rival numa crise.

A vaga será definida em partida única, com mando do São Paulo, melhor campanha na fase de classificação. Empate por qualquer placar leva a decisão aos pênaltis.

São Paulo e Corinthians chegam para o duelo de hoje abalados por derrotas recentes no torneio realmente importante no semestre, a Taça Libertadores da América.

Julia Chequer - 18.abr.2013/Folhapress
O atacante peruano Guerrero durante treino do Corinthians
O atacante peruano Guerrero durante treino do Corinthians

No Morumbi, o time do técnico Ney Franco apanhou do Atlético-MG: perdeu por 2 a 1, de virada, num jogo em que cansou de perder gols e foi decidido pela expulsão de Lúcio, no primeiro tempo.

Restou ao São Paulo a missão de bater o Atlético no Independência, algo que ninguém consegue desde que o estádio foi reinaugurado, em maio do ano passado.

O Corinthians viajou até a Argentina para enfrentar um Boca Juniors que não vencia havia dez partidas. Perdeu por 1 a 0 e terá que se virar no jogo de volta, no Pacaembu.

A consequência desses resultados foi o aumento da importância da semifinal de hoje. Tratado como secundário, o Estadual virou prioridade.

Tanto que os dois times vão usar hoje seus principais atletas --ao contrário do que fizeram em boa parte do campeonato, quando escalaram reservas. "Não tem essa de querer ficar de fora para se preservar", disse anteontem o meia são-paulino Ganso.

O caso do São Paulo é mais delicado. O time decide seu futuro na Libertadores já na próxima quarta-feira e precisa viajar a Minas Gerais.

Continuar vivo na briga por um título, mesmo que "só" o Paulista, vale muito para o clube do Morumbi.

Ricardo Nogueira-26.abr.13/Folhapress
Edson Silva e Luis Fabiano durante treino do São Paulo
Edson Silva e Luis Fabiano durante treino do São Paulo

Tudo que o São Paulo não precisa hoje é de uma derrota, diante de sua torcida, contra um arquirrival, que é o atual dono da Libertadores.

O Corinthians só faz a segunda partida contra o Boca Juniors na semana que vem, no dia 15, e em casa.

Os dois treinadores vão escalar hoje os times que atuaram no meio da semana pela Taça Libertadores.

A única mudança será no ataque tricolor. Luis Fabiano, que não enfrentou o Atlético-MG por estar suspenso, volta ao time hoje --Aloísio, que o substituiu, se lesionou.

O zagueiro Lúcio, que está fora do jogo de volta em Minas, estará em campo neste domingo.

No Corinthians, o time deverá ser exatamente o que perdeu para o Boca. E para o qual Tite pede um voto de confiança. "Mais que aquele resultado, tem que olhar a sequência de jogos, o desempenho", disse. A outra semifinal seria decidida ontem, entre Mogi Mirim e Santos.

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

Livraria da Folha

Sócrates
Tom Cardoso
De:
Por:
Comprar
Fifa 15 (PS3)
EA
De:
Por:
Comprar
Eu Sou Ali
Claire Lewis
De:
Por:
Comprar
Guga
Gustavo Kuerten
De:
Por:
Comprar
Corinthians
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página