Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
Publicidade

Técnico da seleção diz estar surpreso com pedido de dispensa de Splitter

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS
Publicidade

O técnico da seleção brasileira, Rubén Magnano, disse que foi pego de surpresa pela notícia de que não poderá contar com o pivô Tiago Splitter, 28, na Copa América, que será realizada entre 30 de agosto e 11 de setembro, na Venezuela.

Editoria de Arte/Folhapress

Splitter é considerado hoje uma das peças-chave da seleção brasileira. Virou titular no San Antonio Spurs e foi vice-campeão da NBA na última temporada.

"Eu tinha esperanças que ele jogaria. Fiquei surpreso", disse o treinador à Folha.

Em uma primeira conversa, Splitter avisara que sua participação no torneio que distribui quatro vagas para o Mundial da Espanha, em 2014, estava em xeque por um problema contratual com os Spurs. Sem time, ele não pode atuar pela seleção.

Depois, porém, em entrevista na terça-feira, o pivô acrescentou que, além do problema contratual, não poderia jogar a Copa América porque precisa de descanso, o que não foi dito a Magnano.

"Pensava que o único problema do Tiago era somente contratual. Depois, o estafe dele me ligou falando que ele não ia se apresentar. Eu não sabia disso [de cansaço]", afirmou o treinador.

Segundo agências internacionais, ele já acertou a renovação de seu contrato com a equipe texana por quatro anos e receberá US$ 36 milhões (R$ 81 milhões) no período, mas o jogador não confirma.

Magnano se desdobra agora para substituir o atleta e admite que sua ausência mexe com as estruturas da equipe, que visa, além do Mundial, a Olimpíada-16, no Rio.

"Pela importância que ele tem na estrutura da seleção, com certeza vai atrapalhar. Agora, eu tenho que fortalecer muito os jogadores que vão jogar o Mundial", disse.

O treinador prefere até esquecer Splitter neste momento para "não soar como justificativa" caso não tenha sucesso na Copa América. Até porque se sente confiante com as peças de reposição.

"Temos o [Rafael] Hettsheimeir, que fez um grande pré-olímpico, e outros como o Caio, que jogou uma final de NBB muito boa", afirmou.

CONTRATO E DESCANSO

No último dia 2, por meio de seu Twitter, o atleta alegou problema contratual, já que ainda não renovou com o San Antonio Spurs e, sem clube, não pode atuar pela seleção brasileira, como determina a legislação. Depois, em entrevista nesta terça-feira em São Paulo, ele admitiu que precisa de um tempo.

"Tem a situação contratual e tem o descanso. O meu corpo está pedindo. São várias coisas que, se você não tem férias, você acaba acumulando para o ano seguinte. Estou desgastado física e mentalmente ", disse Splitter.

Pelos Spurs, o pivô jogou 81 jogos na temporada regular, sendo 58 como titular, com média de 24,7 minutos em quadra. Foram mais 19 partidas nos playoffs.

"Eu quero dedicar essas férias para me recuperar bem, para ficar numa forma física ótima para o ano que vem porque vai ser importante para mim. É um ano que permite ter um descanso. Obviamente se fosse uma Olimpíada, um Mundial, você faz um esforço, obviamente é outra coisa", afirmou.

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

Livraria da Folha

Sócrates
Tom Cardoso
De:
Por:
Comprar
Fifa 15 (PS3)
EA
De:
Por:
Comprar
Eu Sou Ali
Claire Lewis
De:
Por:
Comprar
Guga
Gustavo Kuerten
De:
Por:
Comprar
Basquete
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página