Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Se cobrassem os governantes como cobram os técnicos, o país era outro, diz Muricy

Publicidade

Ao criticar o calendário do futebol brasileiro e a cobrança que há em relação ao trabalho dos técnicos, Muricy Ramalho acabou criticando também a conduta da população nas eleições.

O treinador foi questionado se sabia que Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo, havia passado mal após o time carioca ser derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, no Rio, e foi internado com suspeita de arritmia cardíaca.

"É o que eu digo. É muita pressão, pouco tempo para descansar. Você dorme e joga. Quando eu digo que vocês [jornalistas] não têm noção do trabalho é por isso. Se as pessoas cobrassem os governantes como cobram os técnicos, o país estaria em outro patamar", disse Muricy.

A declaração foi dada logo após o São Paulo derrotar o Vitória por 3 a 2, na noite de sábado (5), no Morumbi, pela 26ª rodada do Brasileiro. O triunfo tirou o time momentaneamente da zona da rebaixamento do torneio.

Com 30 pontos, o São Paulo é o 16º, mas pode voltar para a zona de degola neste domingo se o Vasco derrotar o Flamengo, no Rio, no complemento da rodada.

O time cruz-maltino é 17º, com 28 pontos.

"O campeonato ainda está aberto. Muitos times vão entrar nessa briga [contra o rebaixamento]", completou Muricy Ramalho

Veja vídeo

Assista ao vídeo em tablets e celulares

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

+ Livraria

Livraria da Folha

São Paulo
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Ford Fiesta Ford Fiesta Confira aqui! A partir de R$ 15.749

Notebook Notebook LED, HDMI e USB, a partir de 14x de R$ 62,23

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página