Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu
Publicidade

Massa anuncia que vai correr pela Williams em 2014

Mais opções
Publicidade

Felipe Massa vai correr a temporada de 2014 da F-1 pela Williams. Tanto o piloto brasileiro como a equipe inglesa anunciaram o acordo nesta segunda-feira.

"Espero que minha experiência possa ajudar a equipe a deixar para trás um período difícil. Estou muito motivado para começar a trabalhar duro desde o começo deste novo desafio da minha carreira", disse Massa por meio de sua assessoria de imprensa.

O brasileiro será parceiro do finlandês Valtteri Bottas, cuja permanência foi oficializada também nesta segunda-feira pela equipe inglesa.

Massa vai mudar de casa depois de 12 anos de vínculo com a Ferrari. Ele já havia anunciado a sua saída em setembro deste ano. No domingo, ele ganhou uma festa e se despediu dos torcedores na Itália.

A partir do próximo ano, a Williams passará a utilizar os motores Mercedes. Será a primeira vez que o piloto brasileiro andará em um carro que não será impulsionado por um motor Ferrari.

"A Williams é uma das equipes mais importantes e bem-sucedidas de todos os tempos na Fórmula 1. Quando eu era criança, sonhava correr pela Williams, Ferrari ou McLaren. Fico contente em assinar com outro ícone do esporte logo depois de deixar a Ferrari", disse.

Massa tem um currículo de 11 vitórias e 36 pódios na principal categoria do automobilismo mundial. Fundador e principal dirigente da equipe inglesa, Frank Williams ressaltou a habilidade do piloto nas pistas.

"Felipe é um talento excepcional e um real lutador nas pistas. Ele também traz uma experiência valiosa a este novo capítulo de nossa história", disse Frank.

BRASILEIROS E WILLIAMS

A equipe inglesa teve quase sempre um brasileiro por década desde os anos 80 dentro de seus carros.

Nas temporadas de 1986 e 1987, Nelson Piquet pilotou uma Williams e foi campeão da F-1 no segundo ano.

Em 1994, Ayrton Senna foi para o time inglês, mas só disputou três provas, morrendo em Imola.

Em 2003, Nelsinho Piquet, filho do ex-piloto, chegou a correr com um carro do time inglês, mas apenas para fazer testes.

Em 2010 e 2011, Rubens Barrichello disputou duas temporadas. Em 2012 foi a vez de Bruno Senna, sobrinho de Ayrton, que foi para o lugar justamente de Barrichello.

Mais opções

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Envie sua notícia

Siga a folha

Publicidade

Livraria da Folha

Sócrates
Tom Cardoso
De:
Por:
Comprar
Fifa 15 (PS3)
EA
De:
Por:
Comprar
Eu Sou Ali
Claire Lewis
De:
Por:
Comprar
Guga
Gustavo Kuerten
De:
Por:
Comprar
Velocidade
Publicidade
Publicidade

Folha Shop

Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página