Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/04/2010 - 17h20

Putin ordena faxina de barris soviéticos no Ártico

Publicidade

da Reuters, em Moscou

O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, ordenou que seja retirado do Ártico um milhão de barris de combustível da era soviética porque eles estão poluindo o ambiente.

Putin visitou o arquipélago russo Terra de Francisco José, a 1.000 km do Polo Norte, como parte de uma iniciativa da Rússia de reafirmar sua presença na região rica em recursos, que agora está se abrindo à exploração comercial em razão do derretimento do gelo.

Putin disse à televisão estatal Rossiya 24 no Ártico que se espantou em ver os estoques de "barris abandonados de combustível espalhados até o horizonte". Não estava claro quando Putin fez a viagem.

"A redução na atividade militar após o colapso da URSS deixou esse entulho que vemos agora. O nível de poluição é seis vezes maior que o normal. O que precisamos fazer agora é organizar uma extensa faxina do Ártico", disse ele.

Ele afirmou que o combustível dos barris pode vazar para o Oceano Ártico à medida que as temperaturas gradualmente aumentam.

Uma elevação de até 4ºC já foi registrada pelo Ártico nos últimos 30 anos. Embora alguns cientistas não deem muito importância a isso e o relacionem a padrões flutuantes do clima, grupos ambientais afirmam que isso é causado pelo aquecimento global ocasionado pela atividade humana.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Ford Fiesta Ford Fiesta Confira aqui! A partir de R$ 15.749

Notebook Notebook LED, HDMI e USB, a partir de 14x de R$ 62,23

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página