Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/02/2007 - 08h49

Etanol ajuda a elevar preço global da terra, diz jornal

da BBC

A demanda por milho para a produção de álcool combustível nos Estados Unidos está ajudando a provocar uma "revolução" nos preços internacionais de terra cultivável, segundo afirma reportagem da agência de notícias Bloomberg publicada nesta terça-feira pelo jornal "International Herald Tribune".

"Terras agriculturáveis do Iowa à Argentina estão aumentando em preço mais rapidamente que imóveis em Manhattan e Londres pela primeira vez em 30 anos", diz a reportagem do jornal do grupo "New York Times", distribuído internacionalmente.

"A demanda por milho usado no etanol aumentou o valor da terra em 16% em Indiana e 35% em Idaho, segundo mostram dados do governo", relata o texto.

O jornal observa que "a demanda por milho usado na produção de etanol teve uma ajuda do presidente George W. Bush no mês passado, quando ele pediu enfaticamente um aumento de cinco vezes no uso de combustíveis de fontes renováveis até 2017".

"Para atender à meta de Bush, serão necessários 12,5 bilhões de bushels (unidade de medida equivalente, no caso do milho, a 25,4 quilos), 19% mais do que foi colhido no ano passado nos Estados Unidos, o maior produtor mundial", diz a agência.

Segundo a reportagem, além da crescente demanda, os preços da terra também vêm sendo pressionados por uma redução na quantidade de terra disponível para plantações.

"Cerca de 5 milhões a 8 milhões de hectares do total de 1,5 bilhão de hectares mundiais de terra agriculturável são abandonados a cada ano por causa da deterioração de qualidade, segundo o Worldwatch Institute, de Washington", relata a reportagem.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre etanol
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página