Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/02/2008 - 08h02

Mulher ainda é minoria no Congresso Nacional

Publicidade

TATHIANA BARBAR
da Folha Online

Apesar de apresentar um crescimento significativo desde 1990, as mulheres ainda são minoria no Congresso Nacional. Hoje, dos 513 deputados na Câmara, apenas 46 são mulheres, ou seja, 8,97%. No Senado, dos 81 parlamentares, 10 são mulheres (12,34%).

Segundo o professor do Instituto de Ciência Política da UnB (Universidade de Brasília), Leonardo Barreto, apesar de o Congresso ter instituído, em 1996, cotas na Legislação Eleitoral --que, hoje, obriga os partidos a inscreverem, no mínimo, 30% de mulheres nas chapas proporcionais--, o sistema ainda é pouco eficiente.

"A cota não resolveu, o sistema é pouco eficiente. Hoje, o Congresso é representado por entre 8% e 12% das mulheres."

Barreto afirmou que o fato se deve ao preconceito que ainda existe. "A entrada da mulher no mundo da política é difícil, porque algumas pessoas ainda pensam que política é para homem. Em alguns países, como na Argentina, a mulher já domina a política. No Brasil, a situação ainda pode mudar e a mulher chegar à Presidência da República."

O professor destacou medidas que poderiam ajudar a reverter o atual quadro feminino na política brasileira: políticas de valorização da mulher, reforma política, investimentos em construção de lideranças femininas, e uma lei punindo os partidos que não atingirem a cota mínima estabelecida.

"Teria de ser uma cota de cadeiras e não uma cota de candidaturas", explicou.

Veja os nomes das dez senadoras que fazem parte da bancada feminina no Congresso:

- Fátima Cleide (PT-RO)
- Ideli Salvatti (PT-SC)
- Kátia Abreu (DEM-TO)
- Lúcia Vânia (PSDB-GO)
- Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
- Marisa Serrano (PSDB-MS)
- Patrícia Saboya (PDT-CE)
- Roseana Sarney (PMDB-MA)
- Rosalba Ciarlini (DEM-RN)
- Serys Slhessarenko (PT-MT)

Confira os nomes das deputadas federais:

- Alice Portugal (PC do B-BA)
- Aline Corrêa (PP-SP)
- Ana Arraes (PSB-PE)
- Andreia Zito (PSDB-RJ)
- Angela Amin (PP-SC)
- Angela Portela (PT-RR)
- Bel Mesquita (PMDB-PA)
- Cida Diogo (PT-RJ)
- Dalva Figueiredo (PT-AP)
- Elcione Barbalho (PMDB-PA)
- Fátima Bezerra (PT-RN)
- Fátima Pelaes (PMDB-AP)
- Gorete Pereira (PR-CE)
- Iriny Lopes (PT-ES)
- Íris de Araújo (PMDB-GO)
- Janete Capiberibe (PSB-AP)
- Janete Rocha Pietá (PT-SP)
- Jô Moraes (PC do B-MG)
- Jusmari Oliveira (PR-BA)
- Lídice da Mata (PSB-BA)
- Lucenira Pimentel (PR-AP)
- Luciana Costa (PR-SP)
- Luciana Genro (PSOL-RS)
- Luiza Erundina (PSB-SP)
- Manuela D'ávila (PC do B-RS)
- Maria do Carmo Lara (PT-MG)
- Maria do Rosário (PT-RS)
- Maria Helena (PSB-RR)
- Maria Lúcia Cardoso (PMDB-MG)
- Marina Maggessi (PPS-RJ)
- Marinha Raupp (PMDB-RO)
- Nice Lobão (DEM-MA)
- Nilmar Ruiz (DEM-TO)
- Perpétua Almeida (PC do B-AC)
- Professora Raquel Teixeira (PSDB-GO)
- Rebecca Garcia (PP-AM)
- Rita Camata (PMDB-ES)
- Rose de Freitas (PMDB-ES)
- Sandra Rosado (PSB-RN)
- Solange Almeida (PMDB-RJ)
- Solange Amaral (DEM-RJ)
- Sueli Vidigal (PDT-ES)
- Suely (PR-RJ)
- Thelma de Oliveira (PSDB-MT)
- Tonha Magalhães (PR-BA)
- Vanessa Grazziotin (PC do B-AM)

Comentários dos leitores
gean monteiro (3) 21/01/2010 09h20
gean monteiro (3) 21/01/2010 09h20
PRESTAÇÃO DE CONTA-Ora, tratou-se de tentativa até grosseira de "arrumar" o ilícito anteriormente praticado, sendo que esse aspecto foi, inclusive, consignado na decisão de primeira instância (reprovação). É importante destacar, neste aspecto da proporcionalidade em sentido estrito, que analisando, veja quanto ela gastou na campanha eleitoral, de um município de 49.000 eleitores, apenas a prestação de contas da candidata às fls. 128/162, verifico que somente tramitaram pela conta da recorrida, aberta para eleições, o valor de R$ 5.360,00, enquanto os valores não declarados correspondem a R$ 2.560,00, ou seja, mais de 40% dos valores efetivamente declarados. Este fato só acontece no Maranhão, próximo a capital.Sendo afilhada da família Sarney, Nelma Sarney Presidente do TRE-MA, deu ganho de causa, mesmo pedindo a Promotora do Município e a Procuradora Eleitoral do Estado e não conseguiram cassar, por que o Relator passou por cima de todas as leis e disse que não houve nada, e que era legal a doação de gasolina em plena campanha eleitoral, se alguém quiser comprovar o n° do processo é PROCESSO N° 6957/08 - CLASSE 30 - PAÇO DO LUMIAR - 93ª ZONA ELEITORAL. Fatos do Maranhão - Voto de Relator "Juiz TER-MA" - Família Sarney - José Carlos Sousa Silva - Juiz do TRE-MA e Presidente da Fundação Sarney - Convento das Mercês. sem opinião
avalie fechar
gean monteiro (3) 21/01/2010 09h19
gean monteiro (3) 21/01/2010 09h19
ESCANDALOSO O QUE HOUVE NO MARANHÃO AO COMANDO DOS SARNEY'S - VEJA COMO FAZ-SE PREFEITOS AQUI NO MARANHÃO, BASTA SER AMIGOS DOS SARNEY'S. Ocorrido no dia 02 de agosto de 2008 no Município de Paço do Lumiar onde, segundo afirma o Recorrente, teria havido ampla distribuição de combustível (compra de voto), com total inobservância das regras relativas a arrecadação e gastos de campanha. Segundo relata a Promotoria da 93ª Zona Eleitoral, a própria Prefeita eleita de Paço do Lumiar, Glorismar Rosa Venâncio, teria se dirigido ao Posto Maiobão e adquirido 1000(mil) litros de combustível para distribuição a munícipes que participaram de uma carreata a ser realizada naquela data, tendo o combustível sido pago com dois cheques de terceiros nos valores de R$ 1.560,00 (hum mil quinhentos e sessenta reais) e de R$ 1.000,00 (hum mil reais). Diante das declarações supra transcritas feitas em juízo, bem como das imagens constantes das mídias de DVD e notas de combustível. Isto é a prova da compra de voto. sem opinião
avalie fechar
gean monteiro (3) 20/01/2010 18h10
gean monteiro (3) 20/01/2010 18h10
ESCANDALOSO O QUE HOUVE NO MARANHÃO AO COMANDO DOS SARNEY'S - VEJA COMO FAZ-SE PREFEITOS AQUI NO MARANHÃO, BASTA SER AMIGOS DOS SARNEY'S. Ocorrido no dia 02 de agosto de 2008 no Município de Paço do Lumiar onde, segundo afirma o Recorrente, teria havido ampla distribuição de combustível (compra de voto), com total inobservância das regras relativas a arrecadação e gastos de campanha. Segundo relata a Promotoria da 93ª Zona Eleitoral, a própria Prefeita eleita de Paço do Lumiar, Glorismar Rosa Venâncio, teria se dirigido ao Posto Maiobão e adquirido 1000(mil) litros de combustível para distribuição a munícipes que participaram de uma carreata a ser realizada naquela data, tendo o combustível sido pago com dois cheques de terceiros nos valores de R$ 1.560,00 (hum mil quinhentos e sessenta reais) e de R$ 1.000,00 (hum mil reais). Diante das declarações supra transcritas feitas em juízo, bem como das imagens constantes das mídias de DVD e notas de combustível. Isto é a prova da compra de voto.
é PROCESSO N° 6957/08 - CLASSE 30 - PAÇO DO LUMIAR - 93ª ZONA ELEITORAL. Fatos do Maranhão - Voto de Relator "Juiz TER-MA" - Família Sarney - José Carlos Sousa Silva - Juiz do TRE-MA e Presidente da Fundação Sarney - Convento das Mercês.
sem opinião
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (8161)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página