Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/02/2008 - 18h40

Collor e Renan retomam atividades no Senado após período de ausência

Publicidade

GABRIELA GUERREIRO
RENATA GIRALDI
da Folha Online, em Brasília

Na primeira semana de atividades após o recesso parlamentar, dois senadores que se mantiveram afastados do foco das atividades legislativas nos últimos meses retornaram ao Congresso. Após quatro meses de licença, o ex-presidente Fernando Collor (PTB-AL) marcou presença, mas evitou circular pelo plenário da Casa, mantendo uma postura discreta.

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ao contrário, fez questão de comparecer às sessões plenárias depois de enfrentar seis processos por quebra de decoro parlamentar no ano passado --além de ter renunciado à presidência do Senado.

O peemedebista, porém, evitou se envolver nas discussões sobre as denúncias de irregularidades no uso de cartões corporativo do governo. Ele preferiu falar de assuntos mais amenos nas intervenções em plenário.

Com a renúncia à presidência, Renan começou o ano legislativo em um novo gabinete. Ao invés da antiga sala próxima à biblioteca da Casa, Renan mudou-se para a ala destinada a ex-presidentes da República --considerada o "endereço" mais nobre nos corredores do Congresso.

Collor, por sua vez, ficou afastado do Senado para cuidar de assuntos pessoais. O senador aproveitou o período para atender a convites de palestras que recebeu desde que assumiu a cadeira no Legislativo. Collor retornou no ano passado ao Congresso --14 anos depois de renunciar à Presidência da República em meio ao processo de impeachment aprovado pelos parlamentares. Logo depois, saiu de licença.

O ex-presidente liderou, em 2007, o ranking dos parlamentares mais ausentes no Senado. Segundo levantamento realizado pelo site Congresso em Foco, ele não compareceu a 42,11% das sessões plenárias realizadas na Casa Legislativa ao longo do ano --o cálculo considera o período em que ele ocupava uma cadeira na Casa, ou seja, antes de pedir licença do mandato em agosto.

Estreante

Assim como Collor e Renan, o senador Edison Lobão Filho (DEM-MA) também apareceu no Congresso nesta semana. Estreante no cargo, o suplente do ministro Edison Lobão (Minas e Energia) assumiu a cadeira em meio a denúncias de sonegação de impostos, uso de laranjas e sociedade oculta em uma empresa de bebidas.

Discreto, Lobão Filho também optou por manter-se afastado das discussões políticas na Casa. Compareceu ao plenário, mas adiou o discurso de estréia. Segundo ele, as atenções do Senado estão voltadas para a criação da CPI Mista dos Cartões Corporativos --por isso não havia espaço para o seu discurso.

O senador começou o ano legislativo sem explicar-se sobre as denúncias. Ele também mantém sigilo sobre o seu futuro partido político, já que o DEM informou que não o deseja nos seus quadros. A tendência é que o senador se filie ao PTB, uma vez que o senador Epitácio Cafeteira (MA), a pedido presidente da legenda, Roberto Jefferson (RJ), o convidou para ingressar nos quadros da legenda.

Comentários dos leitores
Marcelo Moreto (248) 01/02/2010 18h27
Marcelo Moreto (248) 01/02/2010 18h27
E o pior de tudo é que se juntarmos todos eles ainda estaria longe de se formar uma pessoa digna. sem opinião
avalie fechar
Wilson Carvalho (32) 19/10/2009 16h30
Wilson Carvalho (32) 19/10/2009 16h30
Nós aqui do POVÃO tambe´m temos nossos cinco candidatos a presiência..
1) O Coveiro do Cemitério Araça (adora enterrar o povão na lama)
2) O mendigo que mora debaixo da ponte (tá cheio de atanto "papelão")
3) Meu cachorro Rex (Late mas não morde)
4) Minha sogra (vai com Deus...não aceito devoluções)
5) O Papagaio Louro de meu vizinho (fala...fala mas nem sabe o que tá falando)
Mas se faltar mais um suplente...Nós aqui temos a solução.
Vamos contratar todosos nossos parentes para "nos dar uma forcinha"...De quebra cadaum devolverá 30% de seus vencimentos brutos em espécia....
Isso sim que é política...
M-A-R-A-V-I-L-H-A
sem opinião
avalie fechar
Wilson Carvalho (32) 16/08/2009 16h53
Wilson Carvalho (32) 16/08/2009 16h53
Vote nulo...ou melhor...nem compareça as urnas....
Perder tempo com estes canalhas????
Nunca mais!
Prefiro uma revolução ARMADA!
2 opiniões
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (2197)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página