Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/02/2008 - 08h54

Polícia Federal indicia bispo Edir Macedo por fraude

Publicidade

da Folha de S.Paulo

O bispo Edir Macedo, fundador e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, foi indiciado em inquérito instaurado pela Polícia Federal em Itajaí (SC), sob suspeita de fraudar uma procuração para retirar do ex-bispo Marcelo Nascente Pires ações da TV Itajaí Ltda., emissora da Rede Record.

O delegado federal Annibal Wust do Nascimento Gaya viu indícios da prática dos crimes de falsidade ideológica e de uso de documento falso usado para transferência das cotas sem o conhecimento de Pires.

Edir Macedo não foi ouvido pelo delegado. Segundo seus advogados, ele se encontra nos Estados Unidos. Para evitar a prescrição, quando não seria possível punir eventualmente o bispo, o delegado formalizou o "indiciamento criminal por qualificação indireta", enquanto aguarda as respostas de carta rogatória enviada aos EUA.

Gaya encerrou as diligências e enviou relatório ao Ministério Público Federal, que poderá rejeitar as conclusões ou denunciar o bispo. Se condenado, estará sujeito a pena de 1 a 5 anos de prisão.

Marco Pires era do grupo de confiança de Edir Macedo e comprara ações com empréstimos financiados por empresa ligada à Iurd. Ele declarou ao delegado que foi sócio cotista da TV Vale do Itajaí até 2001, quando foi apresentada procuração inidônea na Junta Comercial de Santa Catarina, com dados que não correspondiam a sua vontade, inseridos depois que assinou o documento.

Disse que a procuração foi usada na transferência das cotas sociais a sua revelia, não tendo recebido nada em troca. O ex-bispo disse que, após deixar a Universal, foi surpreendido com a retirada do seu nome do quadro de sócios. Disse que houve preenchimento abusivo da procuração, feito em data posterior e sem seu aval.

O inquérito teve origem na Justiça Federal de São Paulo, para apurar se havia sócios ocultos na TV Vale do Itajai ligados à Iurd. O pastor Honorilton Gonçalves da Costa, superintendente artístico da Rede Record em São Paulo e proprietário da TV Vale do Itajaí disse ao delegado que a Iurd é cliente e que não havia sócio oculto.

O delegado Gaya concluiu que não ficou caracterizada uma possível ocultação dos administradores da TV Vale do Itajaí, mas havia indícios de preenchimento abusivo da procuração que conferia poderes a Edir Macedo. Como se trata de documento utilizado na transmissão de poder acionário, haveria a hipótese de crime federal ainda a ser apurado.

Outro lado

O advogado Arthur Lavigne, que defende o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, afirma que "a questão é cível" e que, "a princípio, não viu matéria criminal". "O bispo Edir Macedo nunca se negou a prestar esclarecimentos à Polícia Federal", diz o advogado.

Segundo Lavigne, o delegado Annibal Wust do Nascimento Gaya insistia em que Edir Macedo fosse levado a Itajaí, para prestar depoimento. "Mas o bispo mora nos Estados Unidos, e o normal é o envio de uma carta rogatória", diz o advogado.

Lavigne diz que na segunda-feira viajará a Itajaí para consultar o delegado e o promotor que acompanha o caso

A Folha não conseguiu ouvir o ex-bispo Marcelo Pires. Em Itajaí, a PF informou que o delegado Gaya estava viajando. Também não foi localizado o procurador que acompanha o inquérito.

Comentários dos leitores
M Mig (2268) 28/12/2009 23h51
M Mig (2268) 28/12/2009 23h51
Francamente...
Sem bajular a Globo, mas a programação da Record perde em qualidade até para novela mexicana... É horrível!!!!!
Edir podia usar um pouco dos milhões que roub... digo recebe dos fieis para contratar um pessoalzinho melhor...
sem opinião
avalie fechar
Adriano Freire (1) 17/11/2009 21h44
Adriano Freire (1) 17/11/2009 21h44
Sempre fui um grande espectador dos jornais da Globo, mas de uns anos pra cá isso tem realmente me desanimado. isso tem acontecido com meus colegs de trabalho tambem, somos 16 pessos no escritório apenas 2 ainda assistem ao noticiario na Globo. Qual o motivo? a noticia expressa de forma tendenciosa. É nitido que a Globo perdeu o compromisso com a noticia apenas informada.
Basta assistir o Bom dia Brasil por exemplo, parecem cães latindo com uma vontade imensa de morder alguem! Se dão noticia de politica é sempre pra prejudicar quem governa, são ótimos para expor problemas mas são HorriveiS para transmitir uma solução. São "intrigueiros" como diria minha mãe, tipo essas pessoas que não tem o que fazer e ficam cutucando o alheio para arrumar alguma má noticia para criticarem. Tomo por base a noticia que nenhum brasilero aguenta mais ouvir que é sobre o apagão. Mas o JG insiste em manter vivo tal noticia ja superada. Depois querem me fazer engolir a "histórinha" de que o filme (que por sinal será muito bom) Lula, filho do brasil é um filme eleitoreiro, sei que não foi dito isso explicitamente pela Globo, mas fizeram como o de prache, arrumaram algum politico de oposição pra pronunciar a frase que está na garganta deles.
Pelo amor de Deus, deixem a mesquinhes de lado antes que seja tarde!
Voltem ao principio, quando a noticia éra dada sem lado, simplismente a noticia e guardem as opniões pra sí.
Se continuar assim teremos um novo ídolo no Brasil, Edir Macedo.
ACORDA Globo!!!
9 opiniões
avalie fechar
gilmar ferreira da silva (2) 17/11/2009 20h32
gilmar ferreira da silva (2) 17/11/2009 20h32
Sabemos muito bem a insistencia em "informar" a população com este assunto da igreja universal é mais uma reportagem com cunho discriminatorio se esquecendo que dentro da igreja milhares de pessoas com suas famílias que mudaram de vida, até agora não entendi porque não noticiam as muitas pessoas que foram beneficiadas com o trabalho da igreja. No momento estou pensando em cancelar tudo que me vincula a veiculos tendenciosos inclusive a minha assinatura uol banda larga. sem opinião
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (1223)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Fogão Fogão Encontre o perfeito para você, a partir de R$ 256,41

Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

Celulares | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página