Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/01/2009 - 19h11

Comissão de Direitos Humanos diz que refúgio a Battisti segue a Constituição

Publicidade

RENATA GIRALDI
da Folha Online, em Brasília

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, Pompeo de Mattos (PDT-RS), elogiou nesta quarta-feira a decisão do governo brasileiro de conceder refúgio político ao italiano Cesare Battisti, condenado por terrorismo. O deputado afirmou que o ex-ativista foi preso em "caráter de excepcionalidade".

"Ao conceder refúgio político a Cesare Battisti no Brasil, o Estado brasileiro age em inequívoca consonância com nossa Carta Magna, que veda a extradição motivada por crimes políticos e estatui que, neste país não haverá penas de morte ou de caráter perpétuo", afirmou Mattos, em nota divulgada hoje.

De acordo com o presidente da comissão, com base em informações prestadas por Pedro Mutti, apontado como ex-companheiro da organização na qual Battisti atuou, a acusação de homicídio surgiu de delação premiada sustentada pela Lei dos Arrependidos.

Mattos lembrou ainda que o ex-presidente francês François Mitterrand concedeu asilo político a Battisti, que tem cidadania francesa, e outros perseguidos políticos do governo da Itália.

"O pedido feito pela Itália de extradição de Cesare Battisti foi negado na época. Já com cidadania francesa, Cesare Battisti teve novo pedido de extradição feito pelo governo de Silvio Berlusconi, sob o argumento de que havia sido condenado à prisão perpétua na Itália e à revelia", informou o nota.

Comentários dos leitores
Heitor Bonfim (19) 10/12/2009 16h21
Heitor Bonfim (19) 10/12/2009 16h21
O Gabeira escondia este terrorista, agora Lula não sabe o que fazer com ele. Lula não sabe o que fazer com um assassino sangüinario nas mãos. Gabeira soube.
Que coisa, quando não escondem dólares na cueca, os políticos escondem terroristas sangüinários.
O povo que se dane, o cidadão que se dane, malditos!
1 opinião
avalie fechar
claudia kabus (266) 20/11/2009 19h48
claudia kabus (266) 20/11/2009 19h48
para quem não acredita em simples coincidências, é bom anotar nome do partido do terrorista em questão: PAC (Proletários Armados pelo Comunismo). 6 opiniões
avalie fechar
Disse Thomas Hobbes me Leviatã, obra primorosa da sua lvara: "A ausência de ciência, em outras palavras, a ignorância das causas, predispõe, ou melhor, obriga os homens a confiar na opinião e autoridade alheia. Todos os homens preocupados com a verdade,se não confiarem em sua própria opinião, deverão confiar na de alguma outra pessoa, a quem considerem mais sábia que eles próprios, e não considerem provável que queira enganá-los".
Alguém aplicou um engôdo no presidente para justificar o refúgio concedido ao honorável cidaão Italiano Cesare Battisti no Brasil.
Quem terido sido?
3 opiniões
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (780)
Termos e condições
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

TV LED TV LED HDMI, Full HD a partir de R$ 899,90

Geladeira Geladeira Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página