Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
06/08/2003 - 22h47

Roberto Marinho morre aos 98 anos no Rio

Publicidade
da Folha Online

O presidente das Organizações Globo, Roberto Marinho, 98, morreu às 22h30 desta quarta-feira no Rio de Janeiro.

Ele havia sido internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Samaritano, pela manhã, em razão de um edema pulmonar. Durante todo o dia, seu estado de saúde permaneceu grave.

Às 21h30, o jornalista foi levado às pressas para cirurgia. Os médicos tentaram dissolver um coágulo no pulmão, mas não obtiveram sucesso. Ele não resistiu à cirurgia.

Antes de ser levado para o hospital, Marinho estava em sua casa, no Cosme Velho (zona sul do Rio). Ele deixa viúva, Lily de Carvalho, e três filhos --Roberto Irineu, José Roberto e João Roberto--, além de netos e bisnetos.

O corpo do jornalista será velado, a partir das 10h desta quinta-feira, em sua casa. O enterro está confirmado para as 16h no cemitério São João Batista (Botafogo, zona sul).

Em nota divulgada hoje, a família do jornalista se diz "consternada" e afirma que Roberto Marinho tinha uma "vida reta, dedicada ao trabalho e, fundamentalmente, ao desenvolvimento do Brasil".

Leia mais
  • Veja especial sobre o jornalista Roberto Marinho
  • Roberto Marinho morre aos 98 anos no Rio
  • Câmara faz um minuto de silêncio em homenagem a Roberto Marinho
  • Saiba mais sobre Roberto Marinho, fundador da Globo
  • Lula decreta luto oficial de três dias por Roberto Marinho
  • Leia nota divulgada pela família de Roberto Marinho

    Especial
  • Veja fotos do jornalista Roberto Marinho
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    TV LED TV LED Smart, HDMI, Full HD a partir de R$ 899,90

    Geladeira Geladeira Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página