Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/01/2005 - 09h25

Luizianne assume sem cúpula do PT

Publicidade

KAMILA FERNANDES
da Agência Folha, em Fortaleza

A nova prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), assumiu seu mandato sem saber quanto há no caixa da prefeitura, as dívidas que sua administração terá de pagar e se haverá dinheiro para o pagamento do funcionalismo. Na posse, ela estava com um longo vestido vermelho e fez discurso no qual se definiu como socialista, reforçado por palavras como rebeldia, resistência e liberdade.

De uma ala mais à esquerda do PT, a Democracia Socialista, Luizianne não contou ontem, em sua posse, com a presença de nenhum integrante da cúpula nacional do partido, que a rejeitou durante boa parte do processo eleitoral.

À platéia que lotava o plenário da Câmara, sob forte calor, ela falou de sua "missão" de reconstruir a cidade e distribuir riqueza. Ao final, em tom de brincadeira, pediu que as pessoas não se acostumassem com o visual que adotou na ocasião. Os cabelos ondulados da prefeita passaram por uma sessão de escova e chapinha para o evento. "Que vocês não se acostumem com a minha escovinha, porque eu sou uma loura encrespada mesmo e assumida."

Luizianne celebrou a vitória de seu candidato a presidente da Câmara, Tin Gomes (PHS), antigo escudeiro do ex-prefeito Juraci Magalhães (PMDB), que deixou a prefeitura após três mandatos e acusado de corrupção.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Luizianne Lins
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página