Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/07/2005 - 14h03

Saiba mais sobre Delúbio Soares

Publicidade

da Folha Online

Sindicalista, Delúbio é professor de matemática e começou sua militância política na década de 70, no Movimento da Anistia em Goiânia (GO). Foi um dos fundadores do PT e dirigente da CUT (Central Única dos Trabalhadores) e do Sintego (Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Goiás).

Delúbio foi admitido em março de 76 pelo governo de Goiás, como professor assistente. Atualmente é professor nível P3 --com licenciatura plena em ciência, cujo salário base é de R$ 763,85. Delúbio trabalhou no Estado de 1976 a 1983. Depois, foi desviado para atuar em diferentes atividades fora do Estado, por meio de portarias editadas pela pasta.

Em 1986, licenciou-se para fins eleitorais e, a partir de 1988, foi desviado para prestar serviços para a direção nacional da CUT. Depois de 1994, passou a prestar serviços ao Sintego.

Em abril deste ano, Delúbio foi autuado pela Secretaria de Educação de Goiás em processo que pede sua reapresentação por abandono de cargo por ter se desviado de função desde 1983, mas não ter parado de receber cerca de R$ 1.000 até maio pela Secretaria de Educação de Goiás.

Leia mais
  • Jairo Martins entra em contradição e diz que é amigo de Cachoeira
  • Com medo de ser preso, Valério entra com pedido de habeas corpus preventivo
  • Executiva Nacional do PT se reúne em São Paulo
  • Relator de CPI dos Correios confirma que Genoino e Delúbio serão convocados

    Especial
  • Leia a cobertura completa sobre o caso da mesada no Congresso
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página