Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
07/07/2005 - 14h16

Ministério Público denuncia diretores do Banco Rural por evasão de divisas

Publicidade

da Folha Online

O Ministério Público Federal de Minas Gerais denunciou nesta quinta-feira seis diretores do Banco Rural e um ex-funcionário por evasão de divisas, crime de gestão fraudulenta e formação de quadrilha.

De acordo com informações do Ministério Público, o Banco Rural promoveu, entre abril de 1996 e janeiro de 2000, evasão de divisas por meio das contas CC-5 no valor de US$ 4,8 bilhões.

A denúncia é fruto das investigações do caso Banestado, que analisou a evasão ilegal de divisas para o exterior durante o período de 1996 a 2003 por contas CC-5, principalmente a partir de Foz do Iguaçu, no Paraná.

As contas foram criadas pelo Banco Central para viabilizar a remessa legal de dinheiro.

Não há prazo para o juiz da 4ª Vara Federal analisar a denúncia, mas, caso o pedido seja aceito, os diretores serão processados.

Com Agência Brasil

Leia mais
  • Congresso adia votação da LDO e recesso parlamentar
  • Atentado adia reunião entre Lula e Blair
  • Fernanda Karina depõe na CPI dos Correios
  • Publicitário depositou R$ 902 mil na conta de procurador da Fazenda

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o caso Banestado
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página