Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
24/11/2006 - 18h02

Lula diz que "amarras" impedem salto de qualidade do país

Publicidade

EPAMINONDAS NETO
da Folha Online

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que algumas instituições são uma espécie de amarra para o crescimento do país. Ele afirmou que o governo precisa desobstruir relações com o Ministério Público e o TCU (Tribunal de Contas da União), por exemplo.

O presidente disse que há dias faz reuniões com a equipe ministerial para tentar destravar o país e "tirar as amarras da economia, do meio ambiente, as amarras de tantas outras instituições que parecem que foram criadas para evitar que o Brasil dê um salto de qualidade".

"Desde 1980 que esse país extraordinário cresce a índices muito pequenos. Quando muito, chegou a 5% em 2004, mas logo caiu em 2005."

Lula participou hoje da comemoração do aniversário das atividades da Daimler Chrysler no Brasil, em São Bernardo (Grande São Paulo).

De manhã, em Guarulhos, Lula já havia dito que como presidente encontrou um série de obstáculos em seu caminho. "Quando a gente é governo, tem que fazer as coisas e ao tentar fazê-las, a gente se depara com uma série de obstáculos que são naturais de um regime democrático. Ou seja, você se depara com as leis, você se depara com as questões ambientais, você se depara com a burocracia, você se depara com a oposição, você se depara com o Congresso, você se depara com o Ministério Público, com o Tribunal de Contas da União, e com a burocracia que é pertinente à máquina pública do Brasil."

Mudanças

Lula disse que está discutindo com a equipe de governo mudanças na legislação para destravar o crescimento.

"E nós estamos fazendo reuniões para que a gente possa enviar ao Congresso uma mudança na legislação que possa destravar o país, para que a gente possa investir mais do que investimos hoje, os Estados possam investir mais do que investem hoje, as empresas possam vender mais do que vendem hoje, e os trabalhadores brasileiros possam ganhar mais do que ganham hoje, porque é isso que permite claramente que a gente tenha um crescimento."

Leia mais
  • Campos Machado diz que Jefferson não deixará comando do PTB
  • Vice José Alencar deve retornar ao Brasil amanhã
  • Tarso diz que nenhum partido será dono do governo e que PT terá seu espaço
  • Após críticas do PSDB, Lula diz que é fácil ser oposição

    Especial
  • Leia a cobertura completa sobre a preparação do segundo mandato de Lula
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página