Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
14/05/2007 - 13h17

Padre Marcelo foi impedido de se aproximar de Bento 16 durante visita

Publicidade

RICARDO FELTRIN
Editor-chefe da Folha Online

Bispos e outros religiosos envolvidos com a organização da visita de Bento 16 manobraram para impedir que o padre Marcelo Rossi e d. Fernando Figueiredo, bispo de Santo Amaro, pudessem sequer se aproximar do papa durante os cinco dias em que o sumo pontífice esteve no Brasil.

Robson Ventura/Folha Imagem
Padre Marcelo não pôde se aproximar do papa Bento 16
Padre Marcelo não pôde se aproximar do papa Bento 16
Padre Marcelo e d. Fernando são dois dos principais expoentes do catolicismo no Brasil nos últimos dez anos, responsáveis diretos pelo "reaquecimento" do catolicismo não só na mídia, mas talvez no volume de fiéis atraídos às igrejas. Em 1998, por exemplo, uma gravação do padre Marcelo no santuário de Terço Bizantino virou sucesso nacional e vendeu mais de 3,2 milhões de cópias --número equivalente aos maiores sucessos de Xuxa.

A Folha Online apurou que divergências "político-religiosas" fizeram com que os católicos envolvidos na visita de Bento 16 vetassem a aproximação de bispos e padres da chamada Renovação Carismática --caso de d. Fernando e padre Marcelo-- com o papa. Nenhum dos dois se aproximou a menos de 50 metros do sumo pontífice durante os cinco dias.

Padre Marcelo programara havia meses visitar Bento 16 no mosteiro, durante a visita. Ele tentou ver o papa na manhã quinta e sexta-feira, ao lado de d.Fernando. Recebeu um "não". Nem ele nem o bispo quiseram falar com a reportagem a respeito. Nenhum porta-voz ligado à organização da visita de Bento 16 foi encontrado até a publicação desta reportagem para se manifestar.

O papa e os carismáticos

Bento 16 não é um entusiasta da Renovação Carismática, mas também não a reprova. Em alguns de seus discursos, ainda como cardeal, criticou a forma espalhafatosa como os carismáticos conduzem a missa. Entre outras admoestações, há uma reação forte de alguns cardeais contra o uso de instrumentos eletrônicos --como guitarra e baixo--, além da bateria, durante as missas.

Mesmo assim, durante o pontificado de João Paulo 2º, o então cardeal Joseph Ratzinger chegou a receber padre Marcelo --então um popstar-- e d. Fernando em audiência no Vaticano, com grande empatia. A hierarquia abaixo dele, no entanto, não parece ter o mesmo sentimento.

Leia mais
  • Núncio presenteia papa com CD independente e quase comete gafe religiosa
  • No Brasil, papa mostra carisma sem deixar de lado discurso conservador
  • Na despedida, papa diz que viveu momentos inesquecíveis no Brasil
  • Bento 16 critica marxismo, capitalismo e governos autoritários
  • Livros contam história de frei Galvão, Nossa Senhora e outros santos

    Especial
  • Leia mais sobre a visita de Bento 16
  • Leia cobertura completa da visita do papa ao Brasil
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Ford Fiesta Ford Fiesta Confira aqui! A partir de R$ 15.749

    Notebook Notebook LED, HDMI e USB, a partir de 14x de R$ 62,23

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página