Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/01/2006 - 10h23

"Fã" de batata frita morre de cirrose aos 20 anos

Publicidade

da Ansa, em Londres

Um rapaz que só comia batatas fritas, torradas com manteiga e, ocasionalmente, feijão em lata morreu de desnutrição aos 20 anos. Por causa de sua dieta, ele teve uma cirrose hepática, hepatite auto-imune --doença em que o sistema imunológico ataca as células do fígado-- e o seu sangue se tornou tão fluido que corria perigo constante de hemorragias.

Scott Martin, o rapaz que por anos nunca variou a sua dieta, começou a passar mal há um ano, quando os médicos lhe diagnosticaram a cirrose. Eles lhe disseram que só um transplante de fígado poderia salvar sua vida. Apavorado com a idéia desta cirurgia, Scott decidiu seguir um tratamento com remédios, mas continuou comendo como de costume.

Nos últimos seis meses ele estava tão fraco que precisou de uma cadeira de rodas. Quando teve que extrair três dentes, os médicos o alertaram de que corria o risco de morrer de hemorragia e que só lhe restava escolher entre correr este risco ou morrer por infecção. O rapaz extraiu os dentes, mas os médicos não conseguiram estancar a hemorragia que, lentamente, o matou.

"Ele só comia algumas coisas. As batatinhas fritas do McDonald's eram suas favoritas. Comia pão torrado, mas apenas pão branco com uma camada de manteiga salgada e, de vez em quando, feijão em lata. Ele foi assim desde criança: era impossível achar algo de que ele gostasse", disse sua irmã.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre dieta balanceada
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página