Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
13/06/2006 - 10h32

Café ajuda na prevenção da cirrose hepática, diz estudo

Publicidade

da France Presse, em Chicago

Beber café pode ajudar a prevenir a cirrose hepática, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira nos Arquivos de Medicina Interna da Associação Médica Americana.

O estudo, realizado com mais de 125 mil pessoas, revelou que para cada xícara de café que os participantes do estudo ingeriram por dia, eles mostraram ser 22% menos suscetíveis a desenvolver a cirrose.

O abuso prolongado de álcool é a causa mais comum de cirrose em países desenvolvidos. A doença destrói progressivamente os tecidos saudáveis do fígado e os substitui por tecido lesionado.

A maior parte dos consumidores de café, no entanto, nunca desenvolvem cirrose. Para os cientistas, outros fatores que podem influenciar no desenvolvimento da doença incluem genética, dieta, tabagismo e a interação com outras toxinas prejudiciais ao fígado.

Os autores disseram não ter conseguido determinar se a cafeína ou outro ingrediente do café tem o poder de proteger o fígado. A ingestão de chá não demonstrou impacto no desenvolvimento da doença; os cientistas lembraram que a bebida tem menos cafeína que o café.

O responsável pela pesquisa, Arthur Klatsky, e seus colegas do Programa de Cuidados Médicos do Kaiser Permanente Medical Center, em Oakland, Califórnia, analisaram dados de exames de rotina feitos com 125.580 pessoas entre 1978 e 1985 que não apresentavam histórico de doença hepática.

Os participantes responderam a um questionário, fornecendo informações sobre a quantidade de álcool, café e chá ingeridos diariamente no último ano. Alguns fizeram exames para avaliar os níveis de certas enzimas hepáticas liberadas na corrente sangüínea quando o órgão esteve doente ou lesionado.

No fim de 2001, 330 participantes haviam sido diagnosticados com cirrose e 199 com cirrose alcoólica.

Entre os que fizeram exames de sangue, os níveis de enzima hepática foram mais altos entre indivíduos que ingeriram mais álcool, indicando doença ou dano hepático. No entanto, aqueles que beberam álcool e café apresentaram níveis menores, enquanto os que ingeriram álcool, mas não café, apresentaram níveis maiores.

As descobertas não sugerem que os médicos devam prescrever café para evitar a cirrose. "Mesmo que o café seja capaz de proteger o fígado, a primeira medida para reduzir a cirrose alcoólica é evitar ou cessar o abuso de álcool", concluíram.

Leia mais
  • Erramos: Café ajuda na prevenção da cirrose hepática, diz estudo
  • "Fã" de batata frita morre de cirrose aos 20 anos

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre cirrose
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página