Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/09/2006 - 08h02

Montanhas-russas são perigosas para o coração, diz pesquisa

Publicidade

da France Presse, em Madri

As montanhas-russas dos parques de diversão podem ser perigosas para o coração, provocando arritmias cardíacas, segundo um estudo divulgado nesta segunda-feira no Congresso Mundial de Cardiologia em Barcelona, nordeste da Espanha.

O objetivo do estudo --conduzido por Jurgen Kuschyk, da Universidade de Mannheim, na Alemanha-- era verificar os possíveis malefícios das montanhas-russas devido às mortes registradas recentemente no brinquedo.

Participaram da pesquisa 55 voluntários de 18 a 70 anos monitorados com um equipamentos para medir seu ritmo cardíaco durante o passeio.

A freqüência cardíaca dos participantes passou de 89 batimentos em média por minuto para 155 batimentos em 64 segundos e casos de arritmia foram constatados em 24 dos 55 participantes. Os resultados --alertam os pesquisadores-- demonstram o "stress" provocado pela atração.

O trabalho recomenda às pessoas que sofrem de insuficiência cardíaca evitarem andar de montanha-russa e sugere a presença de desfibriladores (aparelhos que permitem restabelecer o ritmo cardíaco normal) nos parques.

Cerca de 25 mil cardiologistas participam do congresso mundial, que será encerrado nesta quarta-feira.

Leia mais
  • Homem morre após andar de montanha-russa em Atlanta
  • Menino morre após sair de montanha-russa nos EUA

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre ataques cardíacos

  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Smart TV Smart TV Diversas ofertas a partir de R$ 856,11

    Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

    Celulares | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página