Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/03/2003 - 17h18

Saiba mais sobre a situação da água do mundo

da Folha Online

O ano de 2003 foi denominado pela ONU (Organização das Nações Unidas) como o Ano Internacional da Água Doce.

Apesar de essencial, a água é mal distribuída no planeta. Ela cobre 70% da superfície da Terra. Porém, desse montante, 97,5% são salgadas. Dos 2,5% de água doce restantes, quase dois terços estão congelados nos pólos.

Mesmo levando-se em conta que a água é um bem renovável, ela tem sido ameaçada pela poluição e pelo mau aproveitamento.

Quase 70% da água doce disponível é aplicada na agricultura. Por causa de sistemas de irrigação ineficientes, principalmente nos países em desenvolvimento, 60% dessa água é perdida na evaporação ou retorna aos rios antes de ser usada.

Ainda em países em desenvolvimento, 50% da água potável é desperdiçada por causa de vazamentos e sistemas ilegais. Além disso, cerca de 90% do esgoto e 70% do lixo industrial são jogados nas águas sem tratamento adequado.

Enquanto isso, o uso aumentou um sexto no último século _mais que o dobro que o crescimento populacional. Durante a década de 90, em torno de 835 milhões de pessoas nos países em desenvolvimento tiveram acesso a água potável, e cerca de 785 milhões a saneamento básico.

Segundo projeções da ONU, em 2025 dois terços da população mundial _ou 5,5 bilhões de pessoas_ viverão em locais que sofrem com algum tipo de problema relacionado à água.

Hoje, cada vez mais regiões do planeta, em especial o norte da África e o sudoeste da Ásia, passam por longos períodos de seca. Em países como Estados Unidos, China e Índia, em que o consumo é mais rápido que o reabastecimento, as bacias hidrográficas têm perdido grandes volumes d'água. Rios como o Colorado, nos EUA, e o Amarelo, na China, chegam a secar antes de alcançarem o mar.

Mais de 2,2 milhões de pessoas morrem a cada ano vítimas de doenças associadas a falta de água ou más condições sanitárias. A cada dia, 6.000 crianças morrem por causa de enfermidades que poderiam ser evitadas com a melhoria do saneamento e da qualidade de água.

Calcula-se que o custo para se oferecer tais condições básicas à população de países em desenvolvimento seria de US$ 20 bilhões por ano _hoje, gasta-se em torno de US$ 10 bilhões.

Leia mais
  • Um sexto da população não tem acesso a água
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Geladeiras Geladeiras Frost Free, Duplex, a partir de R$ 862,20

    Notebook Notebook Trabalhe, estude, jogue, a partir de R$ 769,00

    Celulares | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página