Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
27/03/2005 - 09h43

Musculação piora celulite, diz cirurgião

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Não adianta ficar horas levantando peso se o objetivo for acabar com a celulite. Exercícios pesados, como a musculação, levam ao acúmulo de ácido láctico e outras toxinas na musculatura e no tecido cutâneo e podem agravar o quadro desse tipo de gordura localizado nas nádegas e nas coxas.

É o que defende o cirurgião plástico italiano Marco Gasparotti, especializado no tratamento da celulite, que esteve no Brasil há uma semana participando de um simpósio internacional de cirurgia plástica e mostrou estudos que corroboram a sua tese.

Na sua clínica, em Roma, Gasparotti trata a celulite de forma multidisciplinar. A mulher que chega se queixando do problema é orientada a mudar a alimentação, especialmente cortar açúcares e gordura da dieta, recebe um tratamento com cápsulas de antioxidantes e a recomendação de micromassagens feitas por meio de uma espécie de meia-calça, de náilon, usada diariamente. Só em último caso enfrenta o bisturi.

"Se não cuidar do metabolismo, a celulite volta", afirmou em entrevista exclusiva à Folha. O médico também é criador de uma nova técnica cirúrgica que possibilita o tratamento da celulite avançada sem tanto risco de hemorragias ou aparecimento de manchas.

Na avaliação do cirurgião plástico Carlos Oscar Uebel, professor da PUC de Porto Alegre (RS), o conceito de tratar a celulite, de forma multidisciplinar, ganhará adeptos no Brasil. "A aula dada por Gasparotti [durante o simpósio] foi muito convincente."

A má-alimentação, rica em fast-food e refrigerantes, é a grande vilã da gordura localizada, segundo Uebel. "É cada vez mais comum observarmos meninas de 13, 14 anos cheias de celulite", diz. Além da mudança dos hábitos alimentares, ele defende que as mulheres optem por exercícios aeróbicos em vez da musculação.

O médico Wilson Andreoni, da Câmara Técnica de Cirurgia Plástica do Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), afirma que a musculação feita sem preparo físico adequado provoca edema (inchaço), que gera a retração do tecido subcutâneo e alterações no metabolismo celular. Essas modificações poderiam piorar a celulite.

"Uma alimentação equilibrada, o uso de antioxidantes e o equilíbrio hormonal devem preceder à cirurgia plástica. Não se pode tratar apenas da superfície", afirma.

Já o cirurgião plástico Ewaldo Bolivar acredita que a musculação possa levar à celulite quando feita em excesso e sem orientação de um profissional. "Uma musculação leve e bem orientada não faz mal." Substâncias usadas para melhorar o desempenho físico nas academias também pode agravar a celulite, diz o médico.

A exemplo de Gasparotti, Bolivar defende o conceito de tratamento multidisciplinar da celulite. "É preciso tratar a causa e não os efeitos." Ele acredita que o futuro será o cirurgião trabalhar em conjunto com profissionais de outras áreas, como os endocrinologistas e os nutricionistas.

Ewaldo Bolivar e Uebel aconselham a cirurgia plástica da celulite em casos em que o problema for "visível". A técnica mistura a lipoaspiração com lipoescultura e é feita com um instrumento criado especialmente para a intervenção, chamado de ring cânula (a ponta da cânula tem um formato anelado, daí o nome inglês ring, que em português significa anel).

Depois de romper as fibras associadas à celulite e de aspirar a gordura da região, injeta-se novamente parte da gordura retirada para uniformizar a superfície da pele, acabando com os furinhos.

Para Bolivar, a técnica deve ser associada a outros cuidados, como sessões de drenagem linfática (massagem que ajuda o organismo a eliminar as toxinas).

A relações públicas Deise Lima, 31, fez a cirurgia há seis meses, juntamente com uma lipoaspiração de abdome, e aprovou. Ela afirma que se incomodava muito com a celulite que tinha nas coxas. "Já não usava mais biquíni e nem shortinho", conta.

Para Lima, além do bom resultado, a rápida recuperação a impressionou. "Não inchou e não ficou roxo", diz. Após a operação, ela iniciou drenagem linfática e uma dieta em que perdeu nove quilos. Porém, ainda não conseguiu iniciar os exercícios físicos.

Leia mais
  • Erramos: Musculação piora celulite, diz cirurgião

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre celulite
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Ford Fiesta Ford Fiesta Confira aqui! A partir de R$ 15.749

    Notebook Notebook LED, HDMI e USB, a partir de 14x de R$ 62,23

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página