Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/01/2006 - 18h32

Lei estadual proíbe uso de cerol em São Paulo

Publicidade

da Folha Online

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) sancionou na segunda-feira (9) a lei que proíbe o uso de cerol em linhas de pipas no Estado de São Paulo. Quem não cumprir a determinação pagará uma multa de aproximadamente R$ 70.

O projeto de lei foi apresentado em 2001 pelo deputado estadual Rafael Silva (PDT). "Já é comum acompanharmos notícias de pessoas que ficaram feridas ou perderam suas vidas devido às linhas com cerol", diz o deputado.

"É uma lei que precisa ser colocada em prática em nosso Estado. Os municípios devem ajudar na fiscalização e na punição dos infratores."

Um caso pessoal motivou Silva a elaborar o projeto. "Meu filho pré-adolescente estava no quintal empinando pipa. Minha sobrinha não viu a linha e teve um corte no pescoço que poderia ter sido fatal", conta. "Isso aconteceu há 20 anos, mas durante muito tempo não esqueci aquela cena."

O deputado pretende fazer um trabalho de divulgação sobre a lei. "Só assim poderemos ter uma fiscalização sobre a proibição do uso de cerol em linhas." Outra lei relacionada ao cerol, que proíbe a venda de vidro para menores de 18 anos, já está em vigor na capital desde 1998.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre cerol
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página