Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
18/02/2007 - 22h48

Salvador tem aumento nos furtos e agressões no Carnaval

Publicidade

da Folha Online

O número de ocorrências policiais registradas em Salvador (BA) nos primeiros dias Carnaval (entre a noite de quinta e a manhã deste domingo) aumentou de 727 (em 2006) para 903, neste ano, segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia --um crescimento de 24,2%. Furtos e lesões corporais lideram as ocorrências.

O secretário da Segurança Pública, Paulo Bezerra, o delegado-chefe da Polícia Civil, João Laranjeira, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Antônio Jorge Santana, participaram neste domingo de uma reunião de avaliação dos três primeiros dias do Carnaval em Salvador.

De acordo com dados do Cedep (Centro de Documentação e Estatística Policial), no mesmo período foram registrados 28 casos de assalto a ônibus, uma queda de 17,6% em relação a 2006, quando houve 34 registros.

As estatísticas apontam também que o maior número de ocorrências continua sendo no circuito Barra-Ondina, com 749 registros, entre as 903.

Até este domingo, 744 pessoas foram detidas nas festas, número inferior a 2006, quando foram feitas 756 detenções. A polícia prendeu 11 pessoas em flagrante por diversas modalidades de crimes, principalmente contra o patrimônio e tráfico de drogas.

Segundo a polícia, o maior problema de segurança ocorre fora do circuito, entre as 3h30 e as 5h da manhã, quando as pessoas estão voltando para casa. A polícia informou que vai reforçar o policiamento em áreas periféricas.

O Carnaval em Salvador reúne cerca de 1,7 milhão de pessoas, segundo a Emtursa (Empresa de Turismo de Salvador).

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Carnaval
  • Leia a cobertura completa sobre o Carnaval 2007
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página