Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter

Bolsa de Valores

Assim como os mercados mundiais, a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) opera com volatilidade nas últimas semanas, influenciada pela crise de créditos imobiliários de alto risco nos Estados Unidos.
Mais resultados: Anteriores 32 33 34 35 36 37 38 39 40 Próximos
Comentários dos leitores
Eduardo Petrucci Gigante (210) 14/07/2008 14h56
Eduardo Petrucci Gigante (210) 14/07/2008 14h56
Podem, os trabalhadores da CVM, contar com nossa solideriedade em relação às suas pretensões salariais. Afinal, se esse pessoal não for bem pago, corremos o risco de que aventureiros como Daniel Dantas ou Naji Nahas esculhambem com o mercado. Longe de nós tal possibilidade!!! 5 opiniões
avalie fechar
M@rg@rid@ Araujo (5) 14/07/2008 10h12
M@rg@rid@ Araujo (5) 14/07/2008 10h12
Prezados Interessados:Devemos exigir dos órgão competentes que o $ encontrado pela PF(apresentado na TV) do caso Daniel Dantas e outros;seja devolvido à economia e ao mercado financeiro.Os empresários prejudicados estão aumento os preços dos produtos(alimentos/remédios) ao consumidor. 13 opiniões
avalie fechar
Marcos Antonio (6) 04/07/2008 17h45
Marcos Antonio (6) 04/07/2008 17h45
De repente este baixo volume seja contribuído pela
pane na rede de internet no estado de São Paulo,
assim o pessoal do Home Broker nem consegue operar.
O volume foi muito baixo hoje!
7 opiniões
avalie fechar
Frank Martins (60) 02/07/2008 16h49
Frank Martins (60) 02/07/2008 16h49
OS PREÇOS ATUAIS DO PETRÓLEO DEVE-SE A PURA ESPECULAÇÃO DOS GRANDES FUNDOS DERIVATIVOS QUE NÃO SABEM NEM QUAL É A COR DO PRODUTO. EM BREVE ESSA BOLHA IRÁ ESTOURAR E, NÃO SOBRARÁ PEDRA SOBRE PEDRA. COM CERTEZA, AS VELHINHAS DO ARKANSAS TERÃO INFARTO COLETIVO. AGUARDAR PRÁ VER. 18 opiniões
avalie fechar
Izes Siqueira (2) 02/07/2008 00h43
Izes Siqueira (2) 02/07/2008 00h43
Wilson Santos, se o Brasil não descobrir fontes de petróleo "leve", ainda teremos que importar petróleo de algum lugar do planeta a US$200,00. O petróleo que temos disponível e que tanto se bradou com a autosuficiência não atende às necessidades do mercado interno, ainda que a quantidade explorada seja, em número, não em qualidade, suficiente para o consumo interno.
Além disso, se vc se preocupa com a Amazônia, fique tranquilo meu caro. Os americanos já a consideram como território internacional - leia-se território americano. Tudo isso já ensinado aos pequenos yankees, futuros Bush`s da vida... O mundo, para ser usado, depende de licença deles...
E ainda, é inegável que quando eles espirram, muitos de nós, reles mortais, têm pneumonia!! Eles podem até sair mais ricos no final, mas enquanto estiverem em dificuldades - o que deve inclusive piorar, inclusive em nível internacional - ficarão todos os outros países arrasados. É o preço que pagamos por depender tanto dos EUA.
24 opiniões
avalie fechar
ITAGUAI / RJ
Jonata Pereira, o índice BOVESPA não faz cálculo com ações ECOD3 e atualmente a Petr4 tem peso de 14% no índice e Vale5 12%. Então, o que você disse está tudo errado.
Vá no site da Bovespa e entenda o que é IBOVESPA antes de criticar a folha.
Abraços
14 opiniões
avalie fechar
B Cosmo (46) 26/06/2008 15h01
B Cosmo (46) 26/06/2008 15h01
O dólar vai cai muito ainda até 1.30 é o chute (Aprendi com o atual governo), o BC compra e compra para manter não sei o que, na Argentina o negócio da desvalorização está funcionando como em varios outros países - Alguém ai lembra que a mesma Argentina quebrou por tentar acompanhar o dólar artificialmente! No Brasil é o termo é especuladamente vamos enganar os Gringos aproveitar a globalização, mais dólares ; ) mais industrias quebrando, menos exportação... Deviam criar o Bolsa Industria MALgerenciada (Ouvi esta na FIESP). 27 opiniões
avalie fechar
Ronaldo Pignataro (59) 26/06/2008 14h04
Ronaldo Pignataro (59) 26/06/2008 14h04
O economista chefe do Deustche bank AG, o maior banco da Alemanha, Adam Sieminski, disse que o petróleo a US$ 200 quebraria "a espinha dorsal da economia mundial." Considerando que não falta analista a dizer que o preço do óleo pode até passar dessa marca, então estamos próximo de ver uma economia mundial paraplégica ou mesmo tetraplégica.
Internamente, o país luta para antecipar o dia do juízo quando a autoridade monetária se arrisca a cair do cavalo e fraturar o pescoço em suas investidas contra os moinhos, resultado de sua política quixotesca.
O Dow Jones recua a níveis de 21 meses atrás e atrás dos rebaixamentos promovidos pelo Goldman Sachs ao Citi e à GM, que por tabela dissolve a bolha criada aqui com o grau de investimento. Tudo volta ao que era, ou melhor, depois da bebedeira a turma acorda sóbrio, mas na maior ressaca, e subtraído de alguns pertences.
A deterioração de nosso comércio exterior acelera com a valorização cambial ainda mais profunda, a inflação mundial já beira o centro de nossa meta de inflação interna, o BC aumentou para 25% as chances de estouro, e pelo andar da carruagem, deverá anunciar, daqui a algumas semanas, chances de 100% em estourar 25% ou mais.
Todo este desespero deverá se transformar em pânico quando as cias aéreas não conseguirem mais enrolarem as suas contas com o combustível, obrigando os políticos a atravessarem o final de semana inteiro em Brasília. Por outro lado, se não puderem mais voltar ao trabalho, a coisa pode melhorar.
Temos que nos manter otimistas.
476 opiniões
avalie fechar
Célio Rodrigues (113) 25/06/2008 18h26
Célio Rodrigues (113) 25/06/2008 18h26
Pelo andar da carruagem podemos sentir que o dólar vai cair mais ainda. O grande especulador George Soros, (ex-chefe do antigo presidente do BC, Armínio Fraga) que previu a desvalorização da libra esterlina, afirmou há alguns meses que a cotação real real do real frente ao dólar seria de US 1,50. Caso a moeda desça além dessa precisão, vou admitir que a política econômica de Lula está "errada". Mesmo adorando Lula à frente do governo, serei capaz de votar em FHC caso ele se candidate em 2010. Assumindo FHC, em dois anos, no máximo, teremos o dólar na mesma cotação que ele (FHC) deixou: US 4,00... 48 opiniões
avalie fechar
Wilson Santos (70) 22/06/2008 19h37
Wilson Santos (70) 22/06/2008 19h37
Medo?!!!! Alguém acredita que os EUA irão falir por esta "crise" criada por eles? Vocês já esturadam história e lembram da quebra da bolsa de 1929? Os EUA faliram toda a Europa, culminando na II Guerra Mundial, para enriqueceram mais. Vocês acreditaram na I crise do Petróleo com a guerra Irã contra o Iraque, apoiado pelos EUA? Hoje, quem irá extrair, sem concorrência o Petróleo do Iraque são as empresas do EUA e a Inglesa BP. Então, vocês já sabem o que acontecerá com o Petróleo do Irã se esta crise continuar? Temos que parar de nos preocupar tanto com os EUA. Eles nunca irão falir, pelo contrário, enriquecerão mais e mais no meio destas crises criadas por eles. Nós é que somos pouco inteligentes e perdemos dinheiro quando a bolsa de NY está em baixa de 0,1 a nossa Bovespa fica em 1,0 negativo. Quando o Petróleo está em alta nós deixamos as ações da Petrobrás e a bovespa caírem. "Calma aí!!" a Petrobrás e estatal e nós seremos auto suficiente em poucos meses! Quando o petróleo bater na casa dos US$ 200 nós estaremos vendendo petróleo a US$ 200, e não comprando. A inflação poderá ser contida pelo governo se o preço do petróleo for congelado para o mercado interno (igual está fazendo a Venezuela). Para vocês que estão com medo dos EUA falirem pela crise do petróleo e dos alimentos, eu me preocupo é com a Amazônia. O dia que os EUA começarem a ver os preços dos alimentos altos pela crise do petróleo, eles vão tomar não só o Irã, mas também a Amazônia para plantar grãos. Se liga! 53 opiniões
avalie fechar
Guilherme Carneiro (5) 21/06/2008 08h21
Guilherme Carneiro (5) 21/06/2008 08h21
Esta claro que o aumento da demanda por alimentos no mundo é irreversivel. O Brasil é um pais que tem condiçoes de ajudar a suprir o mundo pela sua quantidade territorial.O problema que as nossas propriedades sao esploradas com uma eficiencia muito baixa, usadas para pastagens com uso insignificante de renda uma ou meia cabeça por ha. E o verdadeiro impecilio e o preço dessa propriedades mau exploradas. Para que se tenha uma viabilidade economica para produção de alimentos e preciso que o preço das propriedades caia para que o produtor tenha como ter um retorno do investimento rasoavel. Com isso possa comprar propriedades pouco aproveitadas e rentabiliza-las. Isso aumentaria o PIB brasileiro na agricultura. Mas essa reforma agraria tem que ser inteligente, nao nos moldes usados. As leis devem promover que o municipio estabeleça a rentabilidade por ha das propriedades,Quem estiver fora das regras tem que se enquadrar aumentando o aproveitamento ou vender ou arrendar 24 opiniões
avalie fechar
B Cosmo (46) 20/06/2008 19h20
B Cosmo (46) 20/06/2008 19h20
Acredito e invisto pesado na Bovespa e no trabalho de seus excelentes mantenedores, muitos são verdadeiros pensadores nacionais e têm dado um bom exemplo pros Gringos, O PROBLEMA e este maldito dimdim do tio SAM, estes bancos de investimentos encontraram nas instituições bancarias os parceiros ideais para ficaram especulando irresponsavelmente e unindo a falta de leis desde país é a mistura bombástica. Bolhas a parte isto é Brasil - OP. algumas corretoras são sérias - porém como já diziam - Não existe pecado abaixo da linha do Equador
Quem tem perfil arrojado tome cuidado ; ) O Alvo já está no nível da cabeça!
15 opiniões
avalie fechar
Frank Martins (60) 20/06/2008 15h56
Frank Martins (60) 20/06/2008 15h56
PESSOAL,
O MERCADO ACIONÁRIO É ASSIM MESMO. PRECISA-SE DE MUITA CALMA NESSA HORA. TENHO UMA TEORIA SOBRE MERCADOS QUE NO FINAL SEMPRE ME DÁ RAZÃO. O SEGUINTE: NÃO SE ESQUEÇAM QUE: O DINHEIRO NÃO DESAPARECE, NÃO É QUEIMADO, SIMPLESMENTE FICAM NA "MOITA" ESPERANDO UMA OPORTUNIDADE. QUANDO APARECE ESSA OPORTUNIDADE ELE VEM COM FORÇA TOTAL.
É AGUARDAR E ESPERAR.
CONCORDAM?
14 opiniões
avalie fechar
Daniel Song (10) 19/06/2008 22h31
Daniel Song (10) 19/06/2008 22h31
Dentre tantos comentarios pessimistas, eu fico mais feliz ainda. Espero que todos vendam o maximo que puderem nos precos pifios que ainda estao por ser atingidos no mercado. Enquanto isso, estarei estocando. Coisa otima. Depois, a longo-prazo, a paciencia respondera com bons dividendos e liquidez. Tenho que agradecer as pessoas que morrem de medo perder tudinho. Imagina soh, se qualquer empresa do N1 realmente estivesse em condicoes de decretar falencia eh uma coisa. Agora, outra coisa eh a tal "bolha" no mercado de capital. Portanto, sao duas coisas distintas, embora tenham que ter analises em conjunto. 16 opiniões
avalie fechar
Luis Donadio (79) 17/06/2008 17h58
Luis Donadio (79) 17/06/2008 17h58
Eu não recomendaria acumular ações neste momento... O que estamos vendo é uma bolha prestes a estourar...
Assim que quebrarem os EUA, as ações do mundo inteiro começarão a despencar, transformando o dinheiro em lixo...
Logo em breve, o dinheiro não servirá para nada!
72 opiniões
avalie fechar
Ronaldo Pignataro (59) 17/06/2008 12h18
Ronaldo Pignataro (59) 17/06/2008 12h18
O dolar enfraquece um pouco no mercado internacional, sendo necessário US$ 1,55 para adquirir um euro. Enfraquece proporcionalmente ainda mais no Brasil quando atinge a marca de 1,61 real. Tal movimento, provavelmente é decorrente da divulgação dos altos indices de inflação americanos que motivaram os investidores estrangeiros a voltar a investir pesado em papeis para se protegerem da corrosão da moeda deles (hedge). Assim, as ações da Vale e Petrobras tendem a inflar puxando o IBOVESPA, criando outra bolha.
Parece, no entanto, que não deve inflar nos níveis já vistos a não ser que o preço do petróleo retome seu ímpeto ascendente.
A inundação do Iowa, fenômeno não visto há 500 anos em amplitude, pressionará as commodities relacionada a alimentos ainda mais, piorando o quadro.
Importante também observar que existe um movimento da comunidade internacional contra os subsídios que certos países praticam para manter o preço do combustível baixo. Dentre eles está o Mexico, Venezuela e China. A esperança dos países desenvolvidos é que retirando os subsídios a demanda esfria retirando um pouca da pressão sobre os preços do óleo.
Altos preços do óleo favorecem as ações das petrolíferas, mas atenção aos níveis dos preços, já estão bem altos.
26 opiniões
avalie fechar
Wilson Santos (70) 14/06/2008 21h13
Wilson Santos (70) 14/06/2008 21h13
Enquanto os economistas brasileiros acham acham que a alta do petróleo e a queda da bolsa de NY são motivos para não investir na Petrobrás, mesmo depois de tantas informações importantes sobre as reservas brasileiras, que já estão chegando a números próximos ao do Equador (país membro da OPEP). Eu só tenho a agradecer a vocês por terem vendido suas ações em baixa. Muito obrigado por eu ter aumentado minha carteira neste momento. Lembro que a Petrobrás ainda informará ao mercado os volumes de Júpter, Carioca, Bemtevi e outros de participação na camada do pré-sal. Lembro que a gasolina aumentou no Brasil. Lembro que mais duas refinarias serão construídas para exportar derivados. E aí, vamos continuar vendendo com o petróleo em alta, por medo da inflação dos EUA ou vamos vender com o petróleo em baixa? 76 opiniões
avalie fechar
Daniel Song (10) 13/06/2008 15h58
Daniel Song (10) 13/06/2008 15h58
Quem compreender YING e YANG, saberá e saboreará lucros na bolsa de valores. Pensar em longo-prazo é, talvez, castigante, mas tem sempre o lado recompensador. ESTÁ SENDO UM ÓTIMO MOMENTO DE COMPRAR AÇÕES. DESEJO SUCESSO A TODOS! 15 opiniões
avalie fechar
Eveildo Gomes (24) 13/06/2008 13h16
Eveildo Gomes (24) 13/06/2008 13h16
Alguem por favor me diz o que aconteceu com as açoes Preferencias da Gerdau.
Desdobraram?
13 opiniões
avalie fechar
Quando o assunto é bolsa a única certeza que temos é que não temos certeza alguma... por isso pensar em investimentos de longo prazo é bom para o bolso e para o coração... 22 opiniões
avalie fechar
Comente esta reportagem Veja todos os comentários (871)
Termos e condições

Mais resultados: Anteriores 32 33 34 35 36 37 38 39 40 Próximos

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Fogão Fogão De diversas marcas a partir de R$ 358,20

Notebook Notebook Windows 8, LED, Intel" Core a partir de R$ 799,00

Home Theater | Tênis | Mais...

Voltar ao topo da página