Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/09/2005 - 16h35

Confiança na economia da Alemanha cai com incerteza sobre eleições

Publicidade

VINICIUS ALBUQUERQUE
da Folha Online

A confiança na economia da Alemanha registrou queda neste mês, afetada pela incerteza quanto ao resultado das eleições legislativas realizadas no país no último domingo, segundo o instituto de pesquisa ZEW (sigla em alemão para Centro Europeu de Pesquisas Econômicas).

O índice de confiança apurado pelo instituto registrou 38,6 pontos neste mês, contra os 50 pontos registrados em agosto. Foi a primeira queda em três meses.

O resultado também ficou abaixo do esperado pelos economistas, que previam um recuo mais modesto, para 45 pontos em setembro.

As indicações antes da eleição de que o apoio a Merkel estava declinando e de que ela teria de modificar seus planos afetaram o resultado anunciado hoje, segundo o instituto. "Uma razão essencial para o declínio do indicador é que a incerteza sobre a futura política econômica pode afetar o clima para investimentos e pôr a tendência de alta da economia em risco."

A coalizão de centro-direita liderada pela líder do Partido Democrata Cristão (CDU), Angela Merkel, elegeu 225 parlamentares e formou a maior bancada individual no Parlamento. Ela diz ter recebido "um mandato claro" dos eleitores ao superar Schröder e o Partido Social Democrata (SPD), que ficaram com 222.

O índice divulgado hoje, no entanto, foi baseado em respostas de apenas 44 entrevistas com investidores e analistas econômicos, ao invés das 309 geralmente feitas para a pesquisa mensal, segundo a porta-voz do instituto, Sandra Schmidt.

Com agências internacionais

Especial
  • Leia cobertura completa sobre as eleições na Alemanha
  • Leia o que já foi publicado sobre as eleições legislativas alemãs
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página