Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
23/11/2006 - 12h37

Fusão de Submarino e Americanas.com cria empresa de R$ 8 bi

Publicidade

da Folha Online

As empresas de comércio eletrônico Submarino e Americanas.com anunciaram hoje a assinatura de um acordo para a fusão de suas operações.

A empresa resultante da fusão vai se chamar B2W Companhia Global de Varejo e terá um valor de mercado estimado em R$ 8 bilhões por Márcio Kawassaki, analista de varejo da Fator Corretora.

A maior empresa de comércio eletrônico do país teve faturamento acumulado nos nove primeiros meses deste ano de quase R$ 1,6 bilhão --R$ 563 milhões do Submarino e R$ 1 bilhão da Americanas.com.

A fusão se dará por meio de troca de ações. Cada ação atual do Submarino será trocada por um papel da B2W. Os acionistas do Submarino também receberão R$ 500 milhões que estão no caixa da própria empresa e foram levantados com a oferta inicial de ações realizada pela empresa no ano passado. Já as Lojas Americanas farão um injeção de R$ 175 milhões na Americanas.com antes da fusão.

Quando a troca de ações estiver completa, os acionistas das Lojas Americanas terão 53,25% da nova empresa e os do Submarino, 46,75%. As ações da B2W serão listadas na Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo).

Apesar de o Submarino responder por pouco mais de um terço do faturamento da nova empresa, terá 46,75% das ações porque o controle da B2W ficará com a Americanas.com.

Com a fusão, as duas empresas esperam alcançar sinergias, redução de custos com a maior escala e aumento da oferta de produtos que podem levar a uma economia estimada em R$ 800 milhões.

A nova empresa vai atuar em diversos canais de distribuição: televendas (com anúncios por televisão e catálogos), televisão, catálogos, quiosques e internet e espera ser capaz de competir com tradicionais empresas de varejo por um mercado estimado em R$ 200 bilhões.

'A transação permitirá a combinação de melhores práticas e possibilitará a expansão do segmento de venda à distância, que hoje tem representatividade menor que 2% do varejo total do Brasil', afirmam as empresas em nota.

O acordo de fusão ainda será apresentado aos acionistas do Submarino e da Lojas Americanas e precisará ser aprovado em assembléias gerais extraordinárias e por órgão reguladores.

A expectativa é de que a fusão seja concluída até o final de dezembro. Até lá, as duas empresas seguirão com suas operações de forma independente.

A B2W será co-presidida pelos atuais presidentes da Americanas.com, Anna Saicali, e do Submarino, Flávio Jansen. Dos nove membros do conselho de administração, cinco serão indicados pela Lojas Americanas e os outros quatro pelo Submarino.

As Lojas Americanas atuam no país há 77 anos e tem hoje 219 lojas e três centros de distribuição (em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife), além de operar em comércio à distância e eletrônico por meio de sua subsidiária Americanas.com.

Já a Americanas.com foi fundada em 1999 e opera por meio de diversos canais de venda: televisão (Shoptime), catálogo, quiosques e Internet.

O Submarino oferece em seu site mais de 700 mil itens de 25 diferentes categorias de mais de 1.300 fornecedores, além de serviços como viagens e vendas de ingressos.

Leia mais
  • Ações do Submarino disparam 20% por fusão com Americanas.com
  • Submarino e Americanas.com anunciam fusão das operações

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Americanas.com
  • Leia o que já foi publicado sobre Submarino
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    TV Smart TV Smart HDMI, LED, Full HD a partir de R$ 999,99

    Refrigerador Refrigerador Side By Side, Duplex, Frost Free a partir de R$ 849,00

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página