Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
15/02/2005 - 10h10

Fiorina leva US$ 42 milhões após demissão

Publicidade

da Folha de S.Paulo

Carleton S. Fiorina, ex-presidente da HP mundial, ganhará cerca de US$ 42,5 milhões (cerca de R$ 111,2 milhões) em compensações após sua demissão na semana passada, segundo o jornal "New York Times".

Fiorina receberá US$ 21,4 milhões (R$ 56 milhões) como pacote de desligamento e pelo menos mais US$ 21,1 milhões (R$ 55,2 milhões) virão de sua pensão, de opções de ações e das ações que a executiva possui.

O conselho da HP pediu que Carleton S. Fiorina se demitisse na terça-feira passada porque concluiu que a executiva não teve sucesso ao tentar aumentar o valor das ações e acelerar a recuperação da empresa após a controvertida fusão com a Compaq.

A executiva receberá uma indenização de US$ 14 milhões (R$ 36,6 milhões), além de um bônus de performance de US$ 7,4 milhões (R$ 19,4 milhões) e US$ 50 mil (R$ 131 mil) para aconselhamento legal, financeiro e profissional.

Fiorina receberá benefícios de saúde e segurança pessoal da HP por um ano e terá uma secretária por seis meses.

A executiva recebeu US$ 1,4 milhão (R$ 3,7 milhões) em salários e US$ 1,7 milhão (R$ 4,5 milhões) em bônus e benefícios em 2004.


Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Carleton Fiorina
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página