Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/07/2006 - 13h58

Rooney vai acertar "uma" em Cristiano Ronaldo, prevê ex-atacante inglês

Publicidade

da Folha de S.Paulo

A participação de Cristiano Ronaldo na expulsão de Rooney, colega de ataque no Manchester United (Inglaterra), na partida entre portugueses e ingleses pelas quartas-de-final da Copa poderá causar problemas ao primeiro quando retornar ao seu clube.

"Acho que há toda a chance de que Rooney volte ao centro de treinamento do Manchester United e acerte uma em Ronaldo", afirmou o ex-atacante da seleção inglesa Shearer.

Rooney foi expulso aos 17min do segundo tempo por pisar no zagueiro português Ricardo Carvalho. Após a falta ser marcada, Cristiano Ronaldo se aproximou do árbitro para cobrá-lo. O atacante inglês, então, empurrou o colega de clube para tentar afastá-lo do juiz e recebeu o cartão vermelho.

Enquanto Rooney deixava o campo, Cristiano Ronaldo fez um sinal para o banco de reservas português, sugerindo que tivesse conseguido a expulsão do então rival. O atacante ainda converteu o pênalti que deu a classificação para Portugal.

"A maior desgraça de todas foi Cristiano Ronaldo, porque tentou influenciar o árbitro", afirmou o técnico do Tottenham, Martin Jol. "E os valores esportivos?", questionou.

O jogador de 21 anos, que já manifestou a intenção de trocar o Manchester pelo Real Madrid (Espanha), negou que tenha tentado influenciar o árbitro. "Disse que havia sido falta, não falei para expulsar", contou.

O goleiro Ricardo, herói do jogo com três defesas na decisão por pênaltis, apoiou o companheiro. "Sempre encontram bode expiatório quando alguém perde", avaliou.

Apesar da controvérsia e da intenção de Cristiano Ronaldo em trocar de clube, o técnico do Manchester United, Alex Ferguson, disse não estar preocupado. "Não há problema com o garoto, e não espero nenhum problema", alegou.

Com agências internacionais

Especial
  • Leia cobertura completa da Copa do Mundo-2006
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página