Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
27/10/2004 - 23h04

Zagueiro Serginho, do São Caetano, morre após parada cardíaca no Morumbi

Publicidade

da Folha Online

O zagueiro Paulo Sérgio de Oliveira Silva, o Serginho, 30, do São Caetano, morreu na noite desta quarta-feira após ter sofrido uma parada cardiorrespiratória durante o jogo de sua equipe contra o São Paulo, no estádio do Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

De acordo com um comunicado oficial, o jogador chegou ainda com vida ao hospital São Luiz, em São Paulo, às 22h05, mas não resistiu e morreu às 22h45, após "manobras do protocolo de ressuscitação cardiopulmonar". Serginho era casado e pai de um filho de quatro anos.

Fernando Santos/FI
Serginho cai no gramado;
veja mais fotos




O jogador caiu sozinho em campo, aos 14min do segundo tempo, quando a partida estava empatada por 0 a 0 --o jogo foi suspenso. Ele estava próximo à pequena área de seu time.

Os médicos do São Caetano, Paulo Forte, e do São Paulo, José Sanchez, tentaram reanimar o jogador ainda no gramado, com massagem cardíaca e respiração boca-a-boca. Durante cerca de cinco minutos ele foi atendido em campo, antes de ser levado de ambulância até o centro médico do próprio estádio. Em seguida, às 21h55, foi levado para o Hospital São Luiz.

"O tempo todo ele foi assistido. Foi feito o que se tem que fazer numa situação dessa: massagem cardíaca, respiração boca-a-boca, chegou a ambulância. Ele tinha dois médicos, um de cada clube, o atendendo. Infelizmente o caso era muito grave", disse Sanchez.

Muitos jogadores choravam em campo enquanto Serginho era retirado. Em seguida, jogadores dos dois clubes, árbitros e membros das comissões técnicas formaram um círculo no centro de campo e rezaram pelo atleta. A torcida presente no estádio gritou em coro o nome do jogador. "Serginho, oramos por você", dizia o placar.

Segundo o goleiro Silvio Luiz, também do São Caetano, os exames periódicos de Serginho haviam acusado algum problema cardíaco. "Era uma chance de 1% de haver algum problema", disse.

O juiz Cléber Wellington Abade consultou os capitães das duas equipes, Rogério Ceni (São Paulo) e Silvio Luiz (São Caetano) e optou por não continuar a partida.

De acordo com Abade, tudo o que ocorreu será relatado na súmula e entregue à CBF, que decidirá se deverá ser realizada uma nova partida. Segundo o diretor técnico da entidade que comanda o futebol nacional, Virgílio Elísio da Costa Neto, a tendência é que a partida continue a partir do 14º minuto do segundo tempo em data a ser definida.

Histórico

Em janeiro deste ano, o jogador húngaro Miklos Fehér, que atuava pelo Benfica, de Portugal, morreu após passar mal durante a partida contra o Vitória de Guimarães, no dia 25 de janeiro, pelo Campeonato Português.

Ele caiu no gramado com parada cardiorrespiratória e foi levado para um hospital, mas ele não resistiu e morreu.

No ano passado, o camaronês Marc-Vivien Foe morreu em campo, em junho, jogando por sua seleção na Copa das Confederações.

Ficha
Nome: Paulo Sérgio de Oliveira Silva
Nascimento: 19.out.74
Local: Vitória (ES)
Posição: zagueiro
Altura: 1,82 m
Peso: 83 kg
Clubes: Social Coronel Fabriciano-MG (95-96 e 97-98), Patrocinense-MG (95), Araçatuba (SP), Democrata-MG (96), Mogi Mirim (96), Araçatuba (99) e São Caetano
Principais conquistas: campeão paulista-2004

Leia mais
  • Casos de morte semelhante à do zagueiro Serginho ocorreram recentemente
  • São Caetano sabia de problema cardíaco de Serginho
  • Jogo de São Paulo e São Caetano deve ser completado
  • Serginho será enterrado em Coronel Fabriciano (MG)

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o zagueiro Serginho
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página