Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/05/2002 - 23h15

Rafael Vanucci, da "Casa", diz que ainda não acordou do "sonho"

Publicidade

da Folha Online

"Se foi um sonho, ainda não me acordaram desse sonho". Foi assim que o cantor Rafael Vanucci definiu o que está sentindo como vencedor do programa "Casa dos Artistas", do SBT. Rafael ganhou R$ 400 mil com o final da segunda edição do programa, ontem.

Durante entrevista hoje à tarde, com os cinco finalistas, na sede do SBT, em São Paulo, o cantor disse que achava que o fato de ser filho do ex-diretor de TV da Globo, Augusto César Vanucci, poderia prejudicar sua entrada no programa, que é concorrente da emissora onde seu pai trabalhou durante 20 anos.

Chorando, o ator também revelou que a participação e seu desempenho no começo do programa fez com que uma gravadora com a qual já vinha negociando seu primeiro CD voltasse atrás por causa do programa.

Nos planos do cantor estão a gravação de um CD pop romântico, mas, apesar da fama conseguida graças ao programa, o cantor ainda não despertou o interesse das gravadoras e sobre isso falou emocionado: "Preciso cantar e viver da música", disse.

Com o dinheiro que ganhou o cantor pretende comprar dois apartamentos, um para ele e outro para a mãe, a cantora Vanusa.

Agradecido, Rafael disse que os outros 12 concorrentes do programa com os quais conviveu são responsáveis por sua vitória, já que lhe "deram a chance de mostrar quem era".

Sobre a paixão que declarou ter por Suzana Alves, a Tiazinha, durante o programa, o cantor disse que não se arrepende do que falou ou da música que fez para ela. "Quando eu entrei na Casa, ela foi a primeira a me dar carinho. Eu já cresci o olho. Não sou bobo", explicou.

Veja outras entrevistas com ex-participantes

Leia mais notícias sobre "Casa dos Artistas"
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página