Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/05/2002 - 23h18

Joana Prado quer fugir de estereótipos em nova fase

Publicidade

da Folha Online

Apesar de dizer que aprendeu a gostar do personagem criado para ela quando era contratada da Band, a dançarina Joana Prado, a Feiticeira, está querendo deixar no passado o véu e a roupa de odalisca com a qual ficou famosa.

Joana, uma das finalistas do programa "Casa dos Artistas",cuja segunda edição terminou ontem, disse hoje, durante entrevista na sede do SBT, em São Paulo, que pretende começar uma nova fase em sua carreira. Nesses planos, a Feiticeira não será totalmente descartada, mas deverá aposentar as roupas mais extravagantes. "Não quero passar a vida inteira dançando de biquíni", disse Joana que afirmou também não pretender fazer o personagem dançando em shows novamente.

Avaliando sua participação no programa, Joana disse, chorando, que foi importante para ela mostrar sua "verdade". "Queria mostrar que eu não era só uma mulher rebolando. Eu não sou um estereótipo".

Sobre os comentários que surgiram a respeito de seu novo porte físico, Joana disse que não se importava de estar sendo chamada de rinoceronte. "Eu estava um rinoceronte mesmo e ainda estou", disse.

Com relação aos projetos de trabalho, não há nada em vista ainda, mas a intenção é apresentar ou participar de um programa de variedades. "Eu gosto de tudo. Gosto de estar no meio do povão, interagir com eles", afirmou.


Veja outras entrevistas com ex-participantes

Leia mais notícias sobre "Casa dos Artistas"

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página