Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
26/07/2005 - 11h58

Novo filme de Mel Gibson será falado em dialeto maia

Publicidade

da Folha Online

Depois do sucesso de "A Paixão de Cristo", Mel Gibson volta a trabalhar atrás das câmeras em um novo filme, "Apocalypto". Assim como seu filme anterior, falado em aramaico, Gibson também utilizará um antigo dialeto em sua nova produção. "Apocalypto" usará um dialeto maia.

Segundo o porta-voz do diretor, Alan Nierob, Gibson decidiu-se por um dialeto pouco conhecido da cultura maia. Diferentemente do que a imprensa internacional havia divulgado, o filme não se passará há 3.000 anos, mas há 500 anos, na América Central.

A produção começará a ser rodada em outubro, no México, e terá como personagens principais índios da região. Na linha de "A Paixão de Cristo", "Apocalypto" também deve ter uma história carregada de violência. A principal diferença é que, apesar do título, o novo filme será um drama histórico sem conotações religiosas.

Gibson, 49, ganhou o Oscar de melhor diretor e melhor filme por "Coração Valente", em 1996. No ano passado, o diretor surpreendeu a indústria do cinema com o sucesso de "A Paixão de Cristo", filme que retrata as últimas horas de Jesus e é falado em uma língua morta.

Ele não atuará no novo filme, que deve estrear em meados de 2006. Os estúdios Disney farão a distribuição do filme, totalmente financiado pela produtora do ator, a Icon.

Com agências internacionais

Leia mais
  • Erramos: Novo filme de Mel Gibson será falado em dialeto maia
  • Mel Gibson planeja nova produção épica

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Mel Gibson
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página